Capa da Página Diocese interdita padre por irregularidades em Divinópolis - Destaques - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 13º MIN 31º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Destaques

11/08/2017 às 22:14h

Diocese interdita padre por irregularidades em Divinópolis

Facebook

Diocese de Divinópolis comunicou nesta sexta-feira (11) que retirou o “uso de ordens” do padre Bento Mateus Borges por irregularidades, mas não quis informar quais seriam. O comunicado foi divulgado por meio de nota no site da diocese e informa que a decisão é por tempo indeterminado. Pelas redes sociais, ele lamentou a decisão. "O remédio está sendo amargo e forte demais para um simples padre", afirmou.

Segundo a nota da Diocese, o bispo Dom José Carlos se manifestou sobre o caso após ouvir o Conselho Presbiteral Diocesano. “O comportamento do sacerdote, que age e fala em nome e em benefício próprios, não tem nenhuma aprovação de nossa parte."

Diante das irregularidades identificadas, a Igreja decidiu pela "necessidade de estabelecer penalidades medicinais para estes comportamentos e retirou dele o uso de ordens por tempo indeterminado e a determinar sua interdição".

A instituição ainda informou que o padre, mesmo afastado, vai continuar recebendo remuneração como clérigo, além de moradia (na Mitra Diocesana, no Centro Diocesano de Pastoral), alimentação e cuidados. “Não há nenhuma postura exagerada ou estranha da parte da diocese nas medidas tomadas, pois o padre foi advertido inúmeras vezes sobre seu modo de agir”, destacou a nota.

Padre Bento Mateus Borges poderá celebrar a eucaristia apenas de forma privada. A decisão da Igreja suspende o sacerdote do exercício de quaisquer outros atos ministeriais, como batismo e matrimônio.


Dívidas teriam motivado afastamento

"A penalidade se refere apenas à dívida que assumi com terceiros, relacionada a aluguéis de minha irmã e necessidades financeiras, por isso tive que pedir dinheiro emprestado e fui denunciado", relatou.

O padre ainda disse que está acertando com cada pessoa que emprestou dinheiro e o ajudou em momento de necesidade. "Acreditem, o remédio está sendo amargo e forte demais para um simples padre que não tem nada mais que o seu sacerdócio e o serviço a seus irmãos para viver. Minha vida está nas mãos do Senhor", declarou.

Fonte: G1

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: