Capa da Página Fernando Pimentel vira réu pela terceira vez em 20 dias - Destaques - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 13º MIN 27º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Destaques

17/04/2019 às 08:05h

Fernando Pimentel vira réu pela terceira vez em 20 dias

Facebook

A juíza Luzia Divina de Paula Peixôto, titular da 32ª zona eleitoral de Belo Horizonte, aceitou a terceira denúncia contra o ex-governador Fernando Pimentel (PT) em menos de 20 dias. Dessa vez, o petista se tornou réu em um processo referente a um suposto esquema de caixa 2 para financiar a candidatura ao governo de Minas em 2014.

Segundo a denúncia, Pimentel teria usado de falsidade ideológica em sua prestação de contas à Justiça Eleitoral. Notas fiscais falsas teriam sido usadas para acobertar a doação de R$ 3,25 milhões realizada por duas empresas citadas no processo. O dinheiro teria sido doado em troca de vantagens em razão do cargo que Pimentel ocupava na época – ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio.

O advogado de Fernando Pimentel, Eugenio Pacelli, afirma que só irá se manifestar nos autos do processo. Conforme a decisão da juíza Luzia Peixôto, a defesa do ex-governador sustentou que o processo possui insuficiência de provas e está corroborado apenas em delações premiadas. Alegou que “jamais ordenou ou concordou com a prática espúria do Caixa 2 e tampouco se valeu da sua condição de Ministro do MDCI para beneficiar indevidamente empresários em troca de auxílio em sua campanha eleitoral”.

Na decisão, a juíza afirma que a denúncia não é baseada apenas em delações. “Os fatos delituosos narrados na denúncia, cada qual atribuído ao seu autor, individualmente, segundo o Ministério Público, encontram-se corroborados em prova documental, como notas fiscais, planilhas, documentos eletrônicos, além dos termos de colaboração premiada”, escreveu.

Fonte: Hoje em Dia

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: