Capa da Página Itambé agora é da francesa Lactalis - Destaques - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 9º MIN 25º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Destaques

11/07/2019 às 09:00h

Itambé agora é da francesa Lactalis

Facebook

O tradicional laticínio mineiro Itambé, um dos maiores do país, passou ao controle da companhia francesa Lactalis, que anunciou nesta noite ter concretizado a operação de compra, pondo fim à disputa judicial da Itambé com a concorrente Vigor, que pertence ao laticínio mexicano Lala.

A conclusão da venda de 100% do capital da empresa mineira pela Cooperativa Central dos Produtores Rurais (CCPR) à Lactalis envolve a garantia de um contrato de fornecimento de leite durante 10 anos, renováveis por igual período, a partir das bacias leiteiras de Minas Gerais e Goiás.

A marca mineira será mantida e a nova proprietária do laticínio mineiro definirá um plano de crescimento da Itambé com investimentos em ampliação da sua capacidade produtiva e dos mercados disputados no Brasil, além da diversificação de produtos, informou ao Estado de Minas o presidente da Lactalis para a América Latina, Patrick Sauvageot. 

“Nossa ideia é dar continuidade à gestão que a Itambé está fazendo para o crescimento dela, mas apoiando com os recursos de um grupo que é o número um no setor no mundo, pode levar mais tecnologia, processos e inovação para a empresa”, afirmou.

Ao concretizar a compra da Itambé, a Lactalis cria no Brasil operação líder no setor com faturamento de quase R$ 8 bilhões, processamento de 2,3 bilhões de litros de leite por ano, o que representa 9,4% da produção da indústria formal de lácteos. 

Terceira maior empresa no mercado nacional de refrigerados, a Itambé processa 1,1 bilhão de litros de leite por ano, fornece mais de 160 itens, entre leites, iogurtes, requeijão e doce de leite, em cinco fábricas, das quais quatro instaladas em Minas – Pará de Minas, Sete Lagoas, Guanhães e Uberlândia – e uma em Goiânia (GO). O laticínio mineiro emprega 3,6 mil pessoas.

QUEM É A LACTALIS

Grupo de origem familiar criado na França da década de 1930, a Lactalis atua no Brasil desde 2013, quando adquiriu a Balkis e ampliou sua posição em 2015, por meio das aquisições dos ativos da LBR e da Elebat, operações que pertenceram à BRF. A Lactalis tem forte atuação no Sul do país, detendo as marcas Batavo, Président, Elegê, Cotochés, Poços de Caldas e Parmalat, entre outras. 

O presidente da companhia na América Latina disse ao EMque os investimentos na Itambé serão definidos a quatro mãos, ou seja, com a participação da CCPR, e o interesse de expandir as áreas de atuação do laticínio mineiro. Líder do setor no mundo, a Lactalis tem 250 fábricas e mais de 80 mil colaboradores.

“Há espaço para a Itambé agregar novas regiões ao seu mercado, com crescimento da marca no Nordeste, em São Paulo e no Sul do Brasil. Entendemos que a empresa pode produzir outros produtos e vender mais linhas como a de iogurtes”, afirmou Patrick Sauvegeot. A companhia não revela metas de investimentos. Ainda segundo o executivo, a administração do laticínio mineiro permanecerá em Belo Horizonte, sob o comando do brasileiro Alexandre Almeida, que presidiu o laticínioentre 2013 e 2017.

A concretização do negócio foi precedida por um acordo firmado entre a Lactalis e o grupo mexicano Lala, em nível global, de acordo com Patrick Sauvegeot, não detalhado ontem durante o anúncio da operação com a Itambé. A venda assegurou a continuidade e a expansão do fornecimento de leite pelos produtores associados da CCPR, como destacou o presidente da central de cooperativas, Marcelo Candiotto. “Buscamos uma parceria estratégica que nos permitirá crescer junto com a Itambé e a Lactalis, aproveitando as nossas sinergias”, afirmou Candiotto.

Maior central de cooperativas captadoras de leite do país, a CCPR tem 70 anos, reunindo cerca de 5 mil produtores por meio de 32 cooperativas em Minas e Goiás. A CCPR capta aproximadamente 3 milhões de litros de leite por dia e fabrica mais de 150 tipos de rações e suplementos nutricionais.

Fonte: Hoje em Dia

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: