Capa da Página Óleo atinge mais praias de Cabo de Santo Agostinho e voluntários pedem luva e trator por mensagem na areia - Destaques - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 18º MIN 27º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Destaques

21/10/2019 às 10:01h

Óleo atinge mais praias de Cabo de Santo Agostinho e voluntários pedem 'luva' e 'trator' por mensagem na areia

Facebook

Praias do município do Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife, voltaram a apresentar óleo nessa segunda-feira (21). Na praia de Itapuama, que já havia registrado a substância no domingo (20), um grupo escreveu na areia "SOS" ao lado de uma mancha.

Além de Itapuama, o óleo chegou às praias de Enseada dos Corais e da Reserva do Paiva, próximo ao limite com Jaboatão dos Guararapes, nesta segunda. O município também registrou óleo nas praias de Suape, Calhetas e Gaibu.

Às 8h30, sacos de plástico chegaram com o óleo que invadiu a praia do Paiva, no Cabo. No rótulo, há indicações de que eles continham luvas fabricadas na Malásia. No local, representantes da Marinha informaram que o material foi levado à Capitania dos Portos, no Recife, para ser analisado.

Um dos que acordou cedo para auxiliar na retirada do óleo das praias foi o voluntário Jair Aniceto dos Santos. "Ontem [domingo] foi difícil porque grudou muito nas pedras. Hoje, aqui no Paiva, tem espaço para retirar. É muito triste. Eu moro aqui perto e fico preocupado com os bichos", relatou Santos.

Segundo a Prefeitura do Cabo de Santo Agostinho, o município conta com a colaboração voluntária de comerciantes para fornecer comida aos voluntários. Foram montadas quatro bases de apoio no município para distribuição de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs): no Hotel Vila Valé, em Suape; na Praia de Gaibu; na base do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) em Itapuama; e na Associação Geral da Reserva do Paiva.

"Todos os materiais fornecidos até agora foram um esforço conjunto do governo do estado, que acabou com estoques da Compesa, da CPRH e dos portos de Suape e do Recife. Ontem [20] tivemos contato com empresas que liquidaram seus estoques por orientação do governador Paulo Câmara", afirmou o secretário de Meio Ambiente do estado, José Bertotti.

Balanço
De 2 de setembro até o domingo (20), foram recolhidas mais de 600 toneladas de resíduos das praias do litoral nordestino, ao longo dos 2.250 quilômetros afetados pelo óleo, segundo o Grupo de Acompanhamento e Avaliação (GAA). No mesmo período, o Ibama fez o registro de 67 animais com manchas de óleo.

O GAA é formado por representantes da Marinha, Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Óleo em Pernambuco
Entre a quinta (17) e o domingo (20), Pernambuco recolheu 71 toneladas de óleo das praias do estado. Na quinta, a substância chegou a São José da Coroa Grande.

Na sexta-feira (18), o óleo chegou até praias de Tamandaré, como a Praia dos Carneiros, de Sirinhaém e Barreiros. No sábado, praias de Ipojuca, vizinhas a Porto de Galinhas, foram atingidas.

No domingo (20), o óleo chegou às praias de Suape, Calhetas, Itapuama, Xaréu e à Ilha de Tatuoca, no Cabo de Santo Agostinho. Voluntários e equipes se uniram para retirar o material da água, da areia e do mangue.

Fonte: G1


Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: