Capa da Página Quase 18 mil casos de dengue são registrados neste ano em Minas; quatro mortes são investigadas - Destaques - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 6º MIN 27º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Destaques

12/02/2019 às 09:30h

Quase 18 mil casos de dengue são registrados neste ano em Minas; quatro mortes são investigadas

Facebook

Em uma semana, mais de cinco mil novos casos prováveis de dengue foram registrados em Minas Gerais, o que fez subir ainda mais os números da doença no Estado. Já são 17.860 notificações do início do ano até esta segunda-feira (11), quando a Secretaria de Estado de Saúde (SES) divulgou o balanço mais recente. Ainda segundo o boletim, quatro mortes por suspeita de dengue estão sendo investigadas em 2019.

Nos últimos sete dias, 5.537 novos casos foram registrados no Estado. A maioria das notificações está concentrada em cidades das regiões Centro-Oeste e Norte de Minas. Só em Arcos foram 1.187 casos, o que equivale a cerca de 3% da população da cidade.

Atualmente, 38 municípios estão com incidência alta ou muito alta de dengue, o que demanda mais serviços de assistência à saúde por parte das prefeituras. Entram nesta lista todas as cidades em que o número de casos represente mais que 0,1% da população.

Infestação

Outro dado preocupante é a infestação do mosquito Aedes aegypti, vetor do vírus que transmite a doença. Por estarmos no período chuvoso, a ploriferação do inseto é maior, o que demanda mais cuidado da população. Apesar disso, 60 cidades mineiras estão com risco de ocorrência de surto de dengue, por estarem com LirAa (Levantamento de Índice Rápido para Aedes aegypti) acima de 4% de infestação.

Outros 293 municípios estão em situação de alerta, enquanto 478 tem LirAa abaixo de 1%, o que é considerado satisfatório.

Outras doenças

A SES também divulgou dados de febre chikungunya e zika vírus. Até esta segunda, haviam sido registrados 317 notificações da febre e 92 casos do vírus.

A maioria dos casos de febre chikungunya foi registrada em Montes Claros, no Norte de Minas, com 10 casos; e Leopoldina, na Zona da Mata, com cinco. Não há incidência alta em nenhuma localidade do Estado.

Oito gestantes podem ter sido vítimas da chikungunya neste ano, mas os casos ainda estão em fase de confirmação. Até o momento, apenas dois foram confirmados por exames laboratoriais. Há ainda 26 registros de grávidas que contraíram zika em investigação. Nenhum foi confirmado.

Fonte: Hoje em Dia

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: