Capa da Página Cade aprova compra da Óticas Carol pela dona da Ray-Ban - Economia - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 18º MIN 24º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Economia

12/06/2017 às 09:50h

Cade aprova compra da Óticas Carol pela dona da Ray-Ban

Facebook

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou a compra da rede brasileira Óticas Carol, uma das líderes do mercado brasileiro de óculos, pelo grupo italiano Luxottica, dono de marcas como Ray-Ban e Oakley, sem restrições.

A aprovação do negócio foi publicada no "Diário Oficial da União" desta segunda-feira (12). Em janeiro deste ano,o grupo italiano havia anunciado a compra da empresa brasileira pelo valor de 110 milhões de euros (cerca de R$ 400 bilhões).No entanto, a transação esperava parecer do órgão que avalia atos de concentração econômica tais como fusões, aquisições, joint ventures ou incorporações.

Em seu parecer, o Cade afirma que “a presente operação é incapaz de acarretar prejuízos concorrenciais no território brasileiro em razão da ausência de nexo de causalidade entre o ato de concentração e a geração de efeitos anticompetitivos”.

A Luxottica atua na criação, desenvolvimento, fabricação e distribuição de óculos de sol e armações de óculos de grau, além de atuar no comércio varejista desses óculos de sol, armações para óculos de grau e lentes. No mercado nacional ela oferta as seguintes marcas: Ray-Ban, Oakley, Vogue, Michael Kors, Versace, Burberry, Chanel, Bulgari, Emporio Armani, Polo Ralph Lauren, Prada, Coach, Miu Miu, Valentino, Dolce & Gabanna etc.

A Óticas Carol, por sua vez, comercializa lentes de contato, lentes, armações para óculos de grau e óculos de sol no comércio varejista.

A Luxottica, que assinou em janeiro um acordo de fusão de cerca de US$ 50 bilhões com a fabricante de lentes Essilor (das marcas Varilux e Transitions), já está presente no Brasil com uma rede de lojas Sunglass Hut, uma fábrica em Campinas (SP) e negócios no setor atacadista.

A Óticas Carol opera atualmente uma marca de franquia com cerca de 950 lojas Brasil, com uma receita anual de cerca de 200 milhões de euros. A rede cresceu de um total de 500 lojas em 2013, para 950 em 2016.

Criada em 1997, a Óticas Carol foi comprada em 2008 por Marcos Amaro, filho do comandante Rolim Amaro, fundador da TAM. Quatro anos depois, ele vendeu sua participação majoritária no negócio para investidores liderados pelo fundo britânico 3i por R$ 108 milhões. Atualmente, os principais acionistas da empresa são os fundos de investimento 3i Group, Neuberger Berman e Siguler Guff & Company.

“O Brasil é um ótimo país, tanto que acreditamos e investimos há 25 anos”, disse em comunicado Leonardo Del Vecchio, presidente executivo do Grupo Luxottica, após anúncio da compra.

"Agora, nós temos todas as ferramentas necessárias para seguir em frente com nossos planos de expansão”, disse à época Ronaldo Pereira, diretor executivo da Óticas Carol.

Fonte: G1

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: