Capa da Página Após críticas, Perrella desafia conselheiro do Cruzeiro a solicitar seu afastamento: Apresenta o pedido que coloco em votação - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 6º MIN 23º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

CRUZEIRO MG

Após críticas, Perrella desafia conselheiro do Cruzeiro a solicitar seu afastamento: 'Apresenta o pedido que coloco em votação'

18/06/2019 às 08:01h

Facebook

Os bastidores da política do Cruzeiro seguem agitados. Presidente do Conselho Deliberativo do clube, Zezé Perrella distribuiu áudios nesta segunda-feira, nos grupos de conselheiros no Whatsapp, em que faz uma série de explicações e pede ajuda dos associados para contornar a crise severa vivida pela Raposa. Em uma das gravações, ele rebate críticas e coloca seu cargo à disposição.

A reportagem não conseguiu confirmar o nome completo do conselheiro que sugeriu o afastamento de Perrella. Na resposta, porém, o ex-senador afirma que “sairia com prazer” caso a maioria do Conselho Deliberativo entendesse que esse é o melhor caminho para o futuro do Cruzeiro.

“Sairia com maior prazer se a maioria do conselho entender que eu não sirvo para estar ali, meu irmão. Só você apresentar o pedido que coloco em votação. Com o maior prazer, tá querido?”, disse Perrella.

Nesta segunda-feira, Perrella divulgou nota em que agendou reunião extraordinária do Conselho Deliberativo do Cruzeiro, para votar possível afastamento do presidente Wagner Pires de Sá, em 5 de agosto. A data distante se justifica, segundo ele, porque a equipe comandada por Mano Menezes tem "importantes disputas no mês de julho".

Membros da gestão do presidente Wagner Pires de Sá são investigados pela Polícia Civil por suspeitas de lavagem de dinheiro, falsificação de documentos e falsidade ideológica. As denúncias apontam possíveis quebras de regras da Fifa, Confederação Brasileira de Futebol e Governo Federal.

Leia, na íntegra, o áudio enviado por Zezé Perrella em resposta a um conselheiro:

“[Inaudível], essa é para você. Eu não mando mensagem para amigo através de grupo não. Você deveria ter mandado essa mensagem para mim, eu te ouviria com o maior prazer. Só quero te dizer, meu irmão, que tenho 20 anos de serviços prestados ao Cruzeiro. Com relação às denúncias que você se refere, eu fui investigado durante 10 anos pelo maior adversário que eu tive, que foi o promotor Eduardo Nepomuceno. Investigou as contas do Cruzeiro e quebrou 238 contratos de compra e venda de jogadores. Ficou 10 anos me investigando e não conseguiu apresentar uma única denúncia. Eu quero te dizer, meu irmão, que não estou em lava-jato, não estou em petrolão. Existem 1.250 delações premiadas, e você já viu meu nome em alguma delas? Então o que você ouve das pessoas por aí pouco interessa, entendeu? O que interessa é minha ficha limpa, meu passado limpo. Eu nunca tive uma condenação na minha vida, meu irmão. Simplesmente denúncias infrutíferas que não resultaram em nada, porque sou uma pessoa do bem. Eu vivo do meu trabalho. Você deveria pedir, também, o seu afastamento junto comigo. Vamos colocar isso para votar, quem sabe? Sairia com maior prazer se a maioria do conselho entender que eu não sirvo para estar ali, meu irmão. Só você apresentar o pedido que coloco em votação. Com o maior prazer, tá querido? E quando tiver que mandar mensagem para mim, por favor, não manda em grupo não, porque não te dou essa liberdade”

Fonte: Super Esportes

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: