Capa da Página Atlético derrota a Ponte Preta no Horto e não deixa Corinthians distanciar na tabela - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 20º MIN 29º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

26/10/2015

Atlético derrota a Ponte Preta no Horto e não deixa Corinthians distanciar na tabela

Facebook

"Eu acredito! Eu acredito!". O tradicional grito dos atleticanos voltou a ser ouvido no Campeonato Brasileiro. A vitória deste domingo (25), por 2 a 1, contra a Ponte Preta, manteve a distância de oito pontos para o Corinthians e o sonho dos alvinegros de terminar a 38ª rodada em primeiro lugar na tabela. Além disso, com os 62, o Atlético abriu seis pontos para o Grêmio, terceiro colocado.

No próximo domingo (1), os comandados do técnico Levir Culpi voltam a campo e fazem o confronto direto contra o líder. A partida, válida pela 33ª rodada, será às 17h, no Independência.

Para o duelo contra o Timão, o treinador perdeu o zagueiro Jemerson, que levou o terceiro cartão amarelo e terá de cumprir suspensão automática. Edcarlos será o substituto.

O jogo
Precisando vencer para não aumentar a distância para o Corinthians, o Atlético entrou em campo com o objetivo de massacrar a Ponte Preta desde o primeiro segundo de jogo. E foi o que aconteceu.

Num primeiro tempo muito movimentado, apenas os mineiros tiveram chances reais de gol. Com a posse da bola sob controle, o Atlético foi para cima e criou diversas oportunidades. Contudo, incompetente, não conseguiu abrir o placar. Tentando explorar os contra-ataques, a Macaca, que vinha de seis vitórias e um empate, nada criou.

Mas foi nos últimos 45 minutos que tudo se resolveu para o vice-líder do Brasileirão. Logo aos seis, o atacante Luan aproveitou o rebote dado pelo goleiro Marcelo Lomba e abriu o placar no Horto.

Empolgado, o Galo continou pressionando a Ponte e os frutos foram colhidos rapidamente. Cinco minutos após inaugurar o marcador, o alvinegro ampliou a contagem após um lindo chute do meia Giovanni Augusto, que mirou e acertou o ângulo direito do camisa 1 do time paulista.

Foi aí que os gritos de "Eu acredito! Eu acredito!" ecoaram nas arquibancadas do Independência.

Segurando o placar até os minutos finais, o Galo foi surpreendido com uma tentativa de reação da Macaca. Aos 46 minutos, o zagueiro Renato Chaves aproveitou a cobrança de falta, vinda do lado esquerdo, subiu mais que a defesa atleticana e, de cabeça, mandou a bola para as redes.

Para aumentar o susto, o empate quase veio. O atacante Cesinha, que já atuou no time mineiro, chegou cara a cara com o goleiro Victor, mas o camisa 1 voltou a fazer milagre. Com os pés, ele cortou a bola e evitou que o pior acontecesse.

E assim terminou o jogo no Horto.

Fonte: Hoje em Dia

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: