Capa da Página Atlético espanta ressaca da eliminação com goleada contra o Flu - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 19º MIN 28º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

18/05/2015

Atlético espanta ressaca da eliminação com goleada contra o Flu

Facebook

Na última quarta-feira, o Atlético foi desclassificado nas oitavas de final da Copa Libertadores, pelo Internacional. No dia seguinte, os torcedores lotaram o Aeroporto de Confins para receber o time e dar apoio aos jogadores. A retribuição veio na tarde deste domingo (17) à altura.

Com uma exibição empolgante, marcada por muita ofensividade, o Galo goleou o Fluminense por 4 a 1, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. Jemerson, duas vezes de cabeça, o argentino Dátolo, que se redimiu do passe errado dado na partida contra o Colorado, e Luan balançaram as redes de Diego Cavalieri. Fred, de Pênalti, marcou o gol de honra nos instantes finais.

O placar poderia ter sido ainda mais elástico. No primeiro tempo, Thiago Ribeiro desperdiçou uma chance clara de marcar sozinho com o camisa 1 do Tricolor e Lucas Pratto mandou duas bolas no travessão. Carlos, no segundo tempo, desperdiçou outra grande chance.

Por causa da perda de um mando de campo no clássico contra o Cruzeiro no Brasileirão do ano passado, a partida teve que ser disputada longe de Belo Horizonte. Mais do que os três pontos conquistados no Distrito Federal, a vitória sobre o Tricolor serviu para motivar o grupo que tinha empatado na estreia do Brasileirão e dado adeus precocemente à Libertadores em um intervalo de apenas três dias.

Sem o volante Leandro Donizete, suspenso, o técnico Levir Culpi optou por um time bastante ousado, com apenas um volante. Dátolo, Luan, Thiago Ribeiro, Carlos e Pratto formavam o setor ofensivo da equipe alvinegra.

E os escolhidos corresponderam muito bem à expectativa da torcida brasiliense e do próprio Levir. O Galo não deixou o Fluminense, de Fred, jogar. Desde o apito inicial, a equipe mineira imprimiu uma velocidade alucinante, envolvendo facilmente o adversário.

Com apenas seis minutos de bola rolando, Jemerson abriu o placar de cabeça. Trinta minutos depois, outras vez pelo alto, o zagueiro de 22 anos voltou a estufar as redes de Cavallieri. Fred e seus companheiros não esboçavam qualquer reação e não assustavam Victor, um mero espectador.

Para a etapa final, Vagner e o veterano Magno Alves, de 39 anos, foram as apostas do Flu para tentar reverter o placar. Após cinco minutos de postura ofensiva, o Atlético reassumiu o controle do jogo e fechou a goleada com Dátolo e Luan. O gol de Fred aos 43 não tirou o brilho da festa no DF.

Fonte: Hoje em Dia

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: