Capa da Página Atlético visita Chape por vaga nas quartas da Copa do Brasil, prioridade financeira do ano - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 18º MIN 30º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

ATLÉTICO MG

Atlético visita Chape por vaga nas quartas da Copa do Brasil, prioridade financeira do ano

16/05/2018 às 09:42h

Facebook

A noite desta quarta-feira é de jogo decisivo na Arena Condá, em Chapecó. Após a eliminação na Copa Sul-Americana - considerada de menor expressão pela diretoria -, o Atlético visita a Chapecoense em busca de uma vaga nas quartas de final da Copa do Brasil, torneio mais valioso financeiramente do calendário alvinegro. O duelo, que se inicia em pé de igualdade depois do empate sem gols na partida de ida, no Independência, em Belo Horizonte, está marcado para as 19h30.

Se vencer, o Atlético garante mais R$ 3 milhões em premiação por participar de seis fases da competição. O Galo já levou R$ 7,8 milhões durante as primeiras cinco etapas. Além do aspecto esportivo, a questão financeira pesa para o clube. O próprio presidente Sérgio Sette Câmara deu declarações em que disse que a Copa Sul-Americana tinha menos peso do que, por exemplo, Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil.

"Em primeiro lugar, (a Sul-Americana) é o que paga pior, é um torneio que dá muito trabalho de logística, tudo pago pelo clube também. Nós temos em mira, obviamente, o Campeonato Brasileiro, como falei no dia da minha posse. Acho que temos totais de chegar lá e vamos enfrentar equipes que vão estar disputando outros campeonatos, né, a Libertadores, a própria Sul-Americana, a Copa do Brasil, podemos estar, podemos não estar, se acontecer uma tragédia lá (em Chapecó) na quarta-feira", disse o mandatário, em entrevista àFox Sports, após a queda na Sul-Americana.

Para evitar ainda no tempo regulamentar a 'tragédia' indesejada pelo presidente, o Atlético precisa vencer. Derrota garante a vaga aos donos da casa. Empate, por sua vez, leva a decisão para os pênaltis, situação já enfrentada pelo Atlético na atual edição da competição. Diante do também catarinense Figueirense, o Galo só avançou nas penalidades, graças ao goleiro Victor, que defendeu duas cobranças. O Alvinegro também deixou para trás Atlético-AC, Botafogo-PB e Ferroviário-CE. Já a Chapecoense, que disputou os playoffs da Copa Libertadores, estreou nesta fase do torneio.

Quem se classificar nesta noite ainda terá que aguardar o adversário da próxima fase. Um novo sorteio será feito pela CBF. Os últimos classificados só serão conhecidos depois da Copa do Mundo.

O Atlético

Como já é de costume, o técnico Thiago Larghi fechou o último treino do Atlético antes do duelo contra a Chapecoense. O treinador não dá pistas do time que vai mandar a campo na Arena Condá. 

Algumas mudanças em relação ao time que venceu o Atlético-PR podem ocorrer. Cazares deve voltar a ser titular na vaga de Otero, que não foi bem contra os paranaenses e saiu de campo para entrada do equatoriano ainda no primeiro tempo. Bremer, escalado no jogo contra o Furacão, disputa vaga com o experiente Leonardo Silva. Na partida de domingo, Thiago Larghi explicou que escolheu o jovem defensor por causa da grama sintética e expectativa por um jogo mais rápido. O zagueiro foi bem e acabou marcando um dos gols da vitória de virada, por 2 a 1, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro.

No jogo contra o Atlético-PR, Larghi também colocou Elias no lugar de Luan no primeiro tempo e o time cresceu de rendimento. O treinador pode optar por fazer a mudança desde o início da partida contra a Chapecoense, mas ele não deu pistas de uma possível troca.

Quem está garantido no duelo desta quarta é o atacante Róger Guedes, autor de cinco gols no últimos seis jogos do Atlético. O goleador espera uma Chapecoense retrancada e pede atenção ao time alvinegro. “A gente vem de vitória, eles também. É jogo de casa cheia. A Chapecoense também procura essa classificação. Acho que eles também vão vir com a proposta de jogo que vieram (em Belo Horizonte), com o time praticamente todo atrás. Então a gente tem que saber o momento certo de atacar para não sofrer contra-ataques e tomar gol”, disse.

Apesar do empate obtido em Belo Horizonte, o time catarinense deve ter mudança importante na escalação para o duelo de volta. A expectativa é que Guilherme, autor de um dos gols na vitória por 3 a 2 sobre o Flamengo, nesse domingo, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro, seja titular. O atacante de 23 anos deve substituir Elicarlos.

Com isso, o sistema tático montado por Gilson Kleina é modificado do 4-4-2 para o 4-3-3. A segunda linha de jogadores - formada por quatro volantes no jogo de ida - deverá ter três jogadores da posição: Márcio Araújo, Canteros e Amaral. No ataque, Guilherme fará companhia a Arthur Kaike e Wellington Paulista.

CHAPECOENSE x ATLÉTICO

Fonte: Super Esportes

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: