Capa da Página Barça avança à final mesmo com derrota para o Bayern - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 19º MIN 28º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

13/05/2015

Barça avança à final mesmo com derrota para o Bayern

Facebook

O Bayern resistiu, cumpriu seu papel honradamente, mas não teve forças e nem potencial ofensivo para reverter a grande vantagem construída pelo Barcelona no jogo de ida. Mesmo contando com o apoio da torcida na Allianz Arena, nesta terça-feira (12), o time de Josep Guardiola venceu por 3 a 2, placar insuficiente para neutralizar a vitória do Barcelona por 3 a 0 no Camp Nou. Com placar agregado de 5 a 3, o time catalão conquistou até com certa tranquilidade a vaga na final da Liga dos Campeões.

Se Lionel Messi foi o herói dos espanhóis no primeiro jogo, Neymar assumiu a função nesta terça ao anotar os dois gols dos visitantes. Agora ele divide a vice-artilharia da competição com Cristiano Ronaldo e o compatriota Luiz Adriano, todos com nove gols. Messi lidera a briga, com 10.

Para sonhar com a final, o Bayern de Munique precisava vencer nesta terça por quatro gols de diferença ou ao menos por 3 a 0 para levar o confronto para os pênaltis. A dura tarefa contra o time de Messi, Neymar e Luis Suárez, chegou a parecer viável quando o Bayern abriu o placar aos 6. Mas virou pesadelo diante da virada do Barcelona antes dos 30 minutos.

O Bayern seguiu lutando forte no segundo tempo e tirou vantagem do recuo dos visitantes. Anotou mais dois gols e por alguns minutos chegou a sonhar com a decisão da Liga. Mas não teve forças para superar novamente a defesa catalã e viu murchar a cada minuto o ímpeto de reverter o placar do jogo da ida até o apito final.

Agora o Barcelona aguarda o confronto entre Real Madrid e Juventus, que decidem a outra vaga na final nesta quarta. O time italiano venceu o jogo de ida por 2 a 1 e entra em vantagem para a partida a ser disputada no Santiago Bernabéu.

Com a classificação, o Barcelona se vingou da dura eliminação sofrida na semifinal da edição 2012/2013 da Liga dos Campeões. Naquela competição, o Bayern vencera o confronto pelo placar agregado de 7 a 0 (4 a 0 e 3 a 0). O time espanhol disputará sua oitava final de sua história na Liga. A última foi em 2011, quando foi campeão.

O JOGO - Barcelona e Bayern entraram em campo com estratégias opostas, mas com as mesmas metas: controlar o meio-campo e a posse de bola. Assim, o início da partida se resumiu a um grande congestionamento no meio. Os dois times disputavam cada metro quadrado do setor e tentavam adiantar suas marcações para se impor em campo.

A mudança de postura só acontecia com a bola no pé. O Barcelona valorizava a posse de bola e trocava passes com tranquilidade. Já o Bayern acelerava o jogo quando roubava a bola para tentar surpreender a defesa espanhola.

imagemNeste duelo, o Barcelona criou a primeira chance perigosa, em lançamento para Rakitic. O croata invadiu a área e bateu cruzado. Neuer fez a defesa aos 4 minutos. No rebote, Neymar exigiu outra boa intervenção do goleiro alemão.

O Bayern respondeu com maior eficiência, tirando vantagem da bola parada, tática que já era esperada pelo rival espanhol. Mesmo assim, o zagueiro Benatia cabeceou livre dentro da área. Ter Stegen pulou no canto, sem evitar o gol dos anfitriões aos 6. O gol encerrou um jejum do Bayern, que não balançava as redes há 367 minutos. O Barcelona, por sua vez, não levava gol há sete jogos.

A vantagem, porém, durou apenas oito minutos. Os visitantes empataram em mais uma grande jogada do seu poderoso trio ofensivo. Messi enfiou para Luis Suárez, que entrou na área e cruzou para Neymar, livre na pequena área, só empurrar para o gol, aos 14. Com esta rápida reação do Barcelona, o Bayern precisava marcar quatro gols para buscar a vaga na final.

Mas os donos da casa não desanimaram. E passaram a dar muito trabalho para Ter Stegen. Com grandes defesas, ele barrou bela cabeçada de Müller, aos 18, e finalização perigosa de Lewandowski aos 26.

Do outro lado, porém, o Barcelona seguia fulminante no ataque. Depois de chance perdida por Messi aos 27, o time espanhol virou o marcador no minuto seguinte. Suárez disparou pela direita e cruzou na área para Neymar bater no canto e marcar seu segundo gol na partida. Agora o Bayern precisaria anotar cinco gols para seguir sonhando.

A situação ficou mais difícil quando Lewandowski desperdiçou oportunidade incrível aos 39. Quase na pequena área, ele bateu à queima-roupa e Ter Stegen fez leve desvio. A bola se encaminhava para as redes quando o goleiro se recuperou rapidamente para saltar rumo à linha e evitar o segundo gol alemão.

Para a etapa final, Luis Enrique trocou Suárez, com dores na perna esquerda, por Pedro. A mudança, aliada à folga no placar, fez o Barcelona reduzir o ritmo. Mais recuado, passou a esperar mais pelo Bayern. E o time da casa aproveitou a mudança de postura do rival para descontar. Aos 13, Lewandowski driblou o marcador e bateu colocado no canto, da entrada da área: 2 a 2. O Bayern ainda precisaria anotar quatro gols para avançar à decisão.

A diferença caiu para três aos 28 minutos, quando Schweinsteiger ajeitou para Müller finalizar, da entrada da área, no canto esquerdo de Ter Stegen e manter o Bayern com esperanças. Os donos da casa dominavam a posse de bola e controlavam as ações. Mesmo assim, não conseguiu furar novamente a preocupada defesa do Barcelona.

Nos instantes finais, os visitantes voltaram a atacar, em breves tentativas. Nos acréscimos, Neymar desperdiçou chance incrível cara a cara com Neuer - tentou dar passe para Messi na pequena área e perdeu a oportunidade de anotar seu terceiro gol. No ataque, o Barcelona minou as últimas forças do Bayern e segurou a partida até o apito final.

Fonte: Hoje em Dia

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: