Capa da Página Cruzeiro busca renovações de contrato para manter base campeã da Copa do Brasil - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 17º MIN 22º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

CRUZEIRO MG

Cruzeiro busca renovações de contrato para manter base campeã da Copa do Brasil

08/11/2018 às 09:12h

Facebook

Além de buscar reforços em posições carentes no mercado para a próxima temporada, o Cruzeiro atua em renovações com jogadores do elenco campeão da Copa do Brasil. Em 2018, a diretoria efetuou cinco ampliações contratuais em longo prazo. Outros nove atletas considerados relevantes no grupo terão seus vínculos encerrados em dezembro de 2019. Veja abaixo a situação de cada um deles:

Ariel Cabral: perto de se igualar ao compatriota Roberto Perfumo como segundo estrangeiro a vestir mais vezes a camisa do Cruzeiro, o argentino teve a renovação contratual anunciada em 5 de março de 2018. O vínculo anterior, que venceria no fim do ano, foi estendido para dezembro de 2020. Cabral, de 31 anos, disputou 140 partidas pela Raposa e marcou quatro gols. Homem de confiança do técnico Mano Menezes, ele recuperou a titularidade nas finais da Copa do Brasil de 2017 e teve boas atuações nas vitórias sobre o Corinthians por 1 a 0, no Mineirão, e 2 a 1, na Arena Corinthians.

Dedé em ótima fase no Cruzeiro e convocado à Seleção Brasileira pelo técnico Tite, o zagueiro de 30 anos assinou em 18 de agosto a ampliação do contrato por mais dois anos, com encerramento em dezembro de 2021. O novo vínculo só foi celebrado graças à boa sequência na equipe. Em 2018, o Mito participou de 44 jogos e marcou três gols, todos de cabeça. Entre 2015 e 2017, Dedé havia sofrido vários problemas de lesão nos dois joelhos, tendo disputado apenas 12 partidas nesse intervalo.

Arrascaeta: estrangeiro com mais jogos (186) e gols (50) pelo Cruzeiro, o uruguaio de 24 anos celebrou no dia 20 de fevereiro a extensão contratual por mais duas temporadas, até dezembro de 2021. O clube celeste detém 25% dos direitos econômicos do camisa 10 e só aceita começar a conversar para negociá-lo por uma proposta de no mínimo 30 milhões de euros (R$ 127 milhões). “Nesses valores não teve. Teve de 15 e 12 milhões de euros”, afirmou Itair Machado, vice-presidente de futebol da Raposa, em entrevista àTV Record. Arrascaeta foi o autor do segundo gol celeste na vitória por 2 a 1 sobre o Corinthians, em 17 de outubro, no Itaquerão, pela partida de volta da final da Copa do Brasil.

Leo: no Cruzeiro desde agosto de 2010, o zagueiro de 30 anos virou sinônimo de liderança no elenco, sobretudo pela postura exemplar dentro e fora de campo. Tanto que a diretoria anunciou nessa quarta-feira (07/11) a prorrogação de seu contrato por mais dois anos, passando de dezembro de 2020 para dezembro de 2022. Leo, portanto, completará 12 temporadas ininterruptas a serviço da Raposa. Ele já disputou até aqui 330 partidas e marcou 19 gols.

Raniel: tinha vínculo com o Cruzeiro até dezembro de 2019. Em 13 de março, assinou a prorrogação para dezembro de 2022. Desde que foi incorporado ao grupo principal, em janeiro de 2017, o atacante de 22 anos disputou 73 jogos e marcou 13 gols. Em agosto, o Sporting de Portugal chegou a colocar Raniel na lista de possíveis reforços para a temporada 2018/2019, mas as negociações não tiveram andamento.

Fábio: aos 38 anos, possui contrato com o Cruzeiro até dezembro de 2019. Como vive a melhor fase da carreira e tem status de grande ídolo, deverá receber, em breve, uma proposta para seguir na Toca II por mais tempo. Em sua 14ª temporada consecutiva como titular, o goleiro já disputou 803 partidas pelo clube e conquistou 11 títulos: dois Brasileiros (2013 e 2014), três Copas do Brasil (2000, 2017 e 2018) e seis Campeonatos Mineiros (2006, 2008, 2009, 2011, 2014 e 2018).

Egídio: sua contratação foi oficializada em novembro de 2017, com vínculo válido até dezembro de 2019. Neste ano, o lateral-esquerdo de 32 anos colecionou grandes atuações com a camisa cruzeirense e fez a torcida esquecer Diogo Barbosa, vendido ao Palmeiras na temporada anterior. Em 2018, o camisa 6 realizou 52 partidas e colaborou com nove assistências.

Henrique: capitão sob o comando de Mano Menezes, entrou recentemente para o ‘top 10’ dos jogadores que mais atuaram pelo Cruzeiro, ultrapassando o ex-jogador Ademir, das décadas de 1980 e 1990. Aos 33 anos, o meio-campista soma 27 gols em 456 partidas a serviço do clube. Ele comemorou nove títulos: dois Campeonatos Brasileiros (2013 e 2014), duas Copas do Brasil (2017 e 2018) e cinco Campeonatos Mineiros (2008, 2009, 2011, 2018 e 2018).

Lucas Silva: para manter o volante no elenco, o Cruzeiro terá de negociar um terceiro empréstimo com o Real Madrid. O contrato atual terminará em junho de 2019. Recentemente, Lucas Silva, de 25 anos, perdeu a titularidade para Ariel Cabral, que jogou as duas partidas da final da Copa do Brasil. 

Robinho :perto do aniversário de 31 anos (10/11), é considerado o ‘garçom’ do time do Cruzeiro por dar vários passes para os colegas balançarem a rede. Somente em 2018, colaborou com 11 assistências. Desde sua contratação, em abril de 2016, o armador jogou 121 vezes e marcou 21 gols.

Thiago Neves: em recente entrevista na Toca da Raposa II, o armador de 33 anos ressaltou o desejo de permanecer no Cruzeiro, com o qual tem contrato até dezembro de 2019. E os números alcançados por ele pelo clube reforçam a importância de uma prorrogação do vínculo. Em 109 partidas, marcou 32 gols e colaborou com 16 assistências, sendo essencial no bicampeonato da Copa do Brasil, em 2017 e 2018.


Rafinha:
a idade de 35 anos não é empecilho para o baixinho de 1,67m ser um dos jogadores mais velozes e resistentes do elenco do Cruzeiro. Tanto que ele é primeira opção do técnico Mano Menezes em circunstâncias nas quais o time precisa de maior combatividade na marcação pelas laterais de campo. O número de gols, entretanto, é baixo: apenas 11 em 126 partidas. O contrato de Rafinha com a Raposa vai até dezembro de 2019.

Rafael Sobis: foi contratado ao Tigres-MEX em junho de 2016 com status de estrela. O Cruzeiro prometeu pagar US$ 5 milhões pelo negócio, mas enfrentou dificuldades financeiras e chegou a ser processado pelos mexicanos na Fifa. Na Raposa, Sobis alternou bons e maus momentos. Até aqui, disputou 117 partidas e marcou 28 gols. Seu contrato será encerrado em dezembro de 2019.

Barcos: rescindiu com a LDU de Quito em julho para assinar com o Cruzeiro por um ano. Existe a opção de renovação até 2020, mas até o momento não há manifestação por parte da diretoria sobre esse assunto. Em 22 jogos, o Pirata marcou apenas três gols – dois deles na semifinal da Copa do Brasil, contra o Palmeiras (vitória por 1 a 0, no Allianz Parque, e empate por 1 a 1, no Mineirão). Barcos, de 34 anos, é o quarto jogador mais velho do grupo, abaixo apenas de Fábio (38), Rafinha (35) e Fred (35).

Fonte: Super Esportes





Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: