Capa da Página Cruzeiro sofre gol no último lance e deixa vitória escapar em duelo contra o Fluminense - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 10º MIN 26º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

CRUZEIRO MG

Cruzeiro sofre gol no último lance e deixa vitória escapar em duelo contra o Fluminense

16/05/2019 às 08:24h

Facebook

O Cruzeiro voltou a ficar devendo em relação ao desempenho e deixou a vitória escapar em duelo contra o Fluminense, na noite desta quarta-feira, pela ida das oitavas de final da Copa do Brasil, no Maracanã. O time celeste vencia a partida no Rio de Janeiro até os 48' do segundo tempo,com gol de Pedro Rocha, na única finalização celeste na partida. Nos acréscimos, depois de cobrança de escanteio, o Tricolor chegou à igualdadecom João Pedro:1 a 1.
O jogo de volta contra os cariocas será no dia 5 de junho (quarta-feira), às 19h15, no Mineirão. A equipe que vencer avança às quartas de final. Empate por qualquer placar - já que o número de gols fora de casa não é critério de desempate - leva a decisão para os pênaltis. 

Antes desse compromisso, no entanto, o Cruzeiro terá pela frente três adversários pelo Campeonato Brasileiro. O primeiro é justamente o Tricolor, em jogo neste sábado, às 18h, no Maracanã. Depois, a equipe celeste mede forças com Chapecoense (26 de maio, às 19h, em casa) e São Paulo (2 de junho, às 16h, fora).

O jogo

À lá Mano Menezes, o Cruzeiro adotou estratégia absolutamente reativa na noite desta quarta-feira, no Maracanã. Marcando do meio-campo para trás, em linha média, a equipe celeste deu espaço para o Fluminense avançar pensando em explorar o pivô de Fred e a velocidade de Pedro Rocha no contra-ataque. A dupla de atacante, no entanto, foi observada de perto pelos zagueiros do Tricolor, especialmente por Matheus Ferraz, que não deixou o camisa 9 da Raposa sequer planejar qualquer jogada.

Diante da dificuldade do Fluminense de furar o bloqueio celeste - foram apenas duas finalizações de dentro da área - e da inoperância ofensiva de um Cruzeiro muito conservador, que não finalizou na etapa inicial, o jogo acabou concentrado no meio-campo. Na saída do primeiro tempo, Rodriguinho admitiu os problemas do time. “Estamos tendo dificuldades, eles têm uma equipe bem treinada. Precisamos ficar mais com a bola para criar dificuldades para eles”, disse.

O Cruzeiro voltou do intervalo mantendo a estratégia reativa, esperando o Fluminense em seu campo de defensa. Na segunda etapa, porém, a tática funcionou. Na primeira finalização do time de Mano Menezes na partida, aos 12’ do tempo final, Pedro Rocha recebeu belo lançamento de Robinho, entrou na área com a bola dominada e bateu para marcar o gol.1 a 0. Foi o segundo tento dele com a camisa celeste.
Atrás do marcador, o Fluminense intensificou suas tentativas. Aos 15’, Luciano chegou a marcar, mas o assistente viu, corretamente, posição de impedimento do atacante. Aos 35’, foi o jovem Marcos Paulo, de 18 anos, que assustou Fábio. Ele acertou o travessão do goleiro celeste. No rebote, Luciano estava, mais uma vez, em posição de impedimento. O volume deu retorno. Aos 48', no último lance da partida, Matheus Ferraz ganhou pelo alto de Dedé após cobrança de escanteio de Ewandro, a bola sobrou para João Pedro, que não desperdiçou.1 a 1. O árbitro Luiz Flávio de Oliveira apitou o fim do jogo em seguida. 
FLUMINENSE 1X1 CRUZEIRO

Fonte: Super Esportes

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: