Capa da Página Cruzeiro sofre gol nos acréscimos e vê escapar chance de vitória diante da Chapecoense - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 18º MIN 27º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

CRUZEIRO MG

Cruzeiro sofre gol nos acréscimos e vê escapar chance de vitória diante da Chapecoense

14/10/2019 às 09:07h

Facebook

Tudo indicava que o Cruzeiro voltaria a vencer um mês e doze dias depois do último triunfo no Campeonato Brasileiro. Neste domingo, o time celeste saiu na frente do placar diante da Chapecoense, logo aos 3’, com Dedé, mas sofreu o gol de empate já nos acréscimos do segundo tempo, quando Camilo marcou. Com o 1 a 1 da Arena Condá, a Raposa alcança a oitava partida seguida sem vitória na Série A.

O resultado deixa o Cruzeiro estacionado na 18ª colocação do Campeonato Brasileiro, agora com 22 pontos. O primeiro time fora da zona do rebaixamento é o Ceará, que tem 26. O CSA, na 17ª posição, foi derrotado pelo Goiás nesse sábado e parou nos 25 pontos.

O próximo compromisso do Cruzeiro é em casa, diante de seu torcedor. Na quarta-feira, o time celeste recebe o São Paulo, às 21h de quarta-feira (dia 16), no Mineirão. Com os resultados, a Raposa ficará pelo menos mais uma rodada no Z4 do Brasileiro, uma vez que tem duas vitórias a menos que o CSA.

O jogo
Depois de oito jogos sem marcar gol com a bola rolando, o Cruzeiro quebrou a sequência ruim neste domingo. Logo aos 3’, o time de Abel Braga aproveitou a segunda bola de uma cobrança de escanteio para abrir o placar da Arena Condá. Fred cruzou de cabeça, da segunda trave, e Dedé bateu de esquerda para o fundo do gol. 1 a 0.  

Com o gol marcado, o Cruzeiro recuou. Embora tenha tentado manter a linha alta de marcação, o time celeste acabou amassado pelos donos da casa, que não se sentiram o tento sofrido e saíram de forma organizada ao ataque. Aos 10’, em finalização de fora da área, Régis quase empatou a partida. Fábio salvou o time celeste.

Ainda que o Cruzeiro tenha tido mais uma chance clara de gol, aos 45’, quando David acertou a trave em finalização de dentro da área, foi a Chape que teve maior controle do tempo inicial. Os números comprovam o domínio. De acordo com o Footstats, ao fim dos primeiros 45 minutos, o time catarinense teve 59% de posse de bola e nove finalizações (contra seis do Cruzeiro).

Na volta do intervalo, os donos da casa intensificaram o controle do jogo. Aos 12’, Fábio salvou nova tentativa de Régis, que finalizou de fora da área. Quatro minutos depois, foi a vez de o goleiro cruzeirense impedir o gol de Bryan, que também testou da intermediária. O time de Abel Braga se segurou como pôde para buscar o contra-ataque.

Nas oportunidades que teve para sair em velocidade, porém, a equipe celeste não teve tranquilidade para construir oportunidades de gol. David, principalmente, tomou decisões erradas na maioria das chances que desperdiçou. Pedro Rocha ainda entrou no time para tentar melhorar esse fundamento, mas a bola teimou em não entrar. O castigo veio aos 49’, no último lance do jogo. Arthur Gomes finalizou, Fábio deu rebote e, na sobra, Camilo finalizou. 1 a 1.

Chapecoense 1 x 1 Cruzeiro

Fonte: Super Esportes

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: