Capa da Página Levir elogia Atlético, mas cobra: Se continuar assim, a gente não consegue vencer a Libertadores - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 20º MIN 31º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

ATLÉTICO MG

Levir elogia Atlético, mas cobra: 'Se continuar assim, a gente não consegue vencer a Libertadores'

06/02/2019 às 13:16h

Facebook

O Atlético iniciou a caminhada na Copa Libertadores com um empate por 2 a 2 com o Danubio, no Uruguai, pela segunda fase preliminar do torneio. O Galo ficou duas vezes à frente no placar, mas acabou cedendo a igualdade aos donos da casa. A equipe alvinegra teve chances para vencer o confronto, mas parou em grandes defesas do goleiro Cristóforo.

Após o confronto, o técnico Levir Culpi avaliou a estreia do Galo na competição continental. Para o treinador alvinegro, o time precisa melhorar consideravelmente para ter condições de conquistar o bicampeonato da Libertadores.

“Se o time não estivesse bem equilibrado, poderíamos perder a partida. Jogamos o suficiente para sair daqui com uma vantagem. Não foi o que o Atlético vai jogar. O Atlético vai subir de produção, tem que subir de produção. Se continuar assim a gente não consegue vencer a Libertadores. Ainda temos muita coisa pela frente”, disse.

Apesar de esperar mais do time, Levir gostou do volume de jogo do Atlético. Para o treinador alvinegro, a boa atuação do goleiro do Danubio evitou a vitória do Galo no jogo em Montevidéu. 

“Durante o jogo, eu vi a equipe do Danubio bem articulada, bem armada, uma boa equipe. Fizemos boas jogadas. Não seria um exagero dizer que o goleiro deles salvou a pátria, fez umas quatro ou cinco defesas que não sei como. O Victor também esteve bem. Foi um jogo bacana, interessante. Saímos com uma vantagem para jogar em casa. Agora, o jogo vai ser com nossa torcida. Aí é aquele espírito nosso de Libertadores. Não faltou empenho de ninguém, alguns ainda sentem a parte física. Todos procuraram fazer o melhor e foi um bom resultado. Não foi aquele grande jogo, nosso time vai jogar melhor durante a temporada, tenho certeza disso. Não faltou empenho, não faltou oportunidade, não faltou gols. Foi um resultado normal”, completou.

Questionado sobre o que o Atlético tem que fazer para se classificar no jogo da próxima terça-feira, às 19h15, em Belo Horizonte, o técnico do Galo foi enfático: o time precisa ter uma atuação melhor do que teve em solo uruguaio.

“É do que fizemos para melhor. É subir sempre um degrau. A ideia é essa. As oportunidades foram ótimas e suficientes para vencer o jogo. É criar as oportunidades e não perder. Um gol lá (em BH) fica mais fácil para trabalhar”, concluiu.

O Atlético pode até mesmo empatar por 0 a 0 ou 1 a 1 que se classifica à terceira fase preliminar da Copa Libertadores. Novo empate por 2 a 2 leva a disputa da vaga para os pênaltis. Empate por 3 a 3 em diante classifica os uruguaios. Quem vencer avança no torneio.

Fonte: Super Espotes

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: