Capa da Página Sem vitórias em três rodadas, início do América é o pior do clube no formato atual da Série B - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 10º MIN 27º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

12/05/2019 às 20:18h

Sem vitórias em três rodadas, início do América é o pior do clube no formato atual da Série B

Facebook

O empate contra o Criciúma, fora de casa, depois de duas derrotas nas duas primeiras rodadas, pode ser considerado bom para o América. Ainda assim, o retrospecto alviverde na Série B do Campeonato Brasileiro desde que a competição passou a ser disputada com o formato atual - em 2006 - fica marcado e é a primeira vez que o clube chega sem vitórias à quarta jornada da competição.

Em 2006, o Coelho disputou a Série C, assim como em 2008 e 2009 - em 2007 nem isso, ficou sem disputar o campeonato nacional. Em 2010, a primeira vez no formato atual, com 20 clubes disputando o torneio em turno e returno com pontos corridos. Nesse ano, o clube iniciou a competição com dois empates, frente a Bragantino e Coritiba, e uma vitória contra o Figueirense.

Classificado na quarta colocação, o América conquistou o acesso e disputou a Série A em 2011. De volta à Segundona, em 2012, estreou com vitória sobre o Ceará. O ano seguinte não reservava caminho tão positivo. Em 2013, o Coelho perdeu para Guaratinguetá e Figueirense até chegar a sua primeira vitória, na terceira rodada, contra o Palmeiras, que viria a ser o campeão daquela temporada.

Já em 2014, a campanha começou de forma consistente. Empate com o Vasco e vitória já na segunda rodada, contra o Ceará. Porém, naquele ano o Coelho não conquistou o acesso por erro administrativo ao escalar o lateral Eduardo, que já havia atuado em competições nacionais por dois clubes diferentes.

A vaga na Série A veio com a boa campanha de 2015, mas que começou tortuosa. Empate com o Bahia, derrota para o Luverdense até a vitória contra o Santa Cruz. Depois de passar 2016 na elite, o Coelho volta à Segunda Divisão em 2017 e tem sua melhor participação, conquistando o título. No início foram dois empates, contra Náutico e Goiás, e vitória sobre o próprio Criciúma, jogando no Heriberto Hülse, em Santa Catarina.

Dessa vez a vitória escapou nas três primeiras rodadas. Mas a troca de Givanildo Oliveira por Mauricio Barbieri após duas derrotas parece dar ao time ânimo novo na tentativa de se reorganizar em campo. O discurso dos jogadores é de evolução tática e, dessa forma, é possível esperar o América disputando posições mais nobres na tabela.

“Tivemos um bom desempenho (contra o Criciúma). Creio que tivemos uma melhora importante na parte tática da equipe. Viemos para somar os três pontos e infelizmente não deu, mas creio que foi uma boa apresentação, deu para mostrar evolução e enche a gente de esperança”, analisou o atacante Jonatas Belusso à Rádio Itatiaia.

O América volta a campo no domingo, dia 19, contra o Sport, no Independência, pela quarta rodada da Série B. É a oportunidade de reencontrar o caminho das vitórias e começar a fazer o ‘dever de casa’ na competição.

Fonte: Super Esportes

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: