Capa da Página Thiago Neves marca, Cruzeiro vence São Paulo e ganha fôlego na luta contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 18º MIN 31º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

CRUZEIRO MG

Thiago Neves marca, Cruzeiro vence São Paulo e ganha fôlego na luta contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro

17/10/2019 às 08:42h

Facebook

O Cruzeiro ganhou fôlego no Campeonato Brasileiro ao vencer o São Paulo por 1 a 0, nesta quarta-feira, no Mineirão, pela 26ª rodada. Thiago Neves cumpriu a promessa de ser novamente decisivo para a equipe e marcou, de cabeça, o gol da vitória, aos 12 minutos do segundo tempo.

Apesar de não ter sido brilhante, o time celeste foi eficiente e até criou algumas oportunidades para aumentar o placar. Na parte defensiva, mostrou-se seguro, graças à dupla de zaga formada por Dedé e Fabrício Bruno e a proteção dos volantes Henrique e Éderson. Diante dessa combinação, o técnico Abel Braga enfim celebrou o primeiro triunfo no clube.

Com o resultado em Belo Horizonte, o Cruzeiro encerrou sequência de oito partidas sem vencer no Brasileiro (quatro empates e quatro derrotas) e chegou a 25 pontos, aumentando a chance de se livrar do rebaixamento à Série B.

Embora siga na 18ª posição, a equipe cruzeirense diminuiu a distância para o 16º colocado, Ceará, que enfrentará o Santos nesta quinta, às 19h15, na Vila Belmiro, em Santos-SP.

O próximo desafio será contra o Corinthians, às 19h de sábado, na Arena Corinthians, em São Paulo. No Brasileiro de 2019, o Cruzeiro é o único que não venceu como visitante. Em 13 jogos até o momento, foram seis empates e sete derrotas.

O jogo

Abel Braga manteve a base do time que empatou com a Chapecoense por 1 a 1, domingo, em Chapecó. A única mudança foi a entrada de Robinho, de volta após cumprir suspensão, no lugar de Marquinhos Gabriel.

Desde o começo, o Cruzeiro apertou a saída de bola do São Paulo, orientado pelo técnico Fernando Diniz a tocar curto em tiros de meta. Num desses lances, a bola sobrou para Thiago Neves, que, pressionado por Luan, não conseguiu chutar.

Assim foi a tônica da etapa inicial: jogada em velocidade pelas beiradas, especialmente com David, mas dificuldade para finalizar. A Raposa só assustou de fato o tricolor em conclusão prensada de Thiago Neves, aos 44min.

Nos acréscimos do primeiro tempo, o São Paulo levou perigo com Alexandre Pato, que driblou Fabrício Bruno e bateu rasteiro, nas mãos de Fábio.

No intervalo, Abel substituiu Robinho por Marquinhos Gabriel. Diniz também mexeu no São Paulo, com Vitor Bueno na vaga de Juanfran, recém-recuperado de dores musculares. Com isso, Daniel Alves virou lateral-direito.

Logo no primeiro minuto da etapa final, o Cruzeiro quase balançou a rede. Thiago Neves recebeu passe nas costas de Daniel Alves e soltou a bomba de pé canhoto. Tiago Volpi fez ótima defesa.

Aos 9min, mais uma grande chance, também com Thiago Neves. Após jogada brilhante de Éderson, que roubou a bola de Antony, livrou-se de dois adversários e rolou para a área, o camisa 10 arrematou forte, mas em cima do zagueiro Arboleda, providencial na hora do corte.

Defensivamente, o Cruzeiro se mostrou seguro, sobretudo pela firmeza de Dedé e pelo poder de recuperação de Fabrício Bruno. No meio-campo, Éderson esbanjava qualidade na condução de bola. A missão era encaixar o último passe no ataque e balançar a rede.

Aos 12min, enfim a torcida vibrou. Depois de toque de Fred, Marquinhos Gabriel ajeitou a bola na linha de fundo, fez a proteção em cima de Reinaldo e conseguiu cruzar de pé esquerdo. Thiago Neves, livre de marcação, pulou de peixinho e, de cabeça, mandou a bola no canto esquerdo: 1 a 0.

Quando a torcida cruzeirense demonstrava empolgação com a evolução, David deu um grande susto no Mineirão ao recuar uma bola longa para a defesa. Alexandre Pato interceptou o passe, porém Dedé, bem posicionado, conseguiu o desarme.

Na reta final da etapa complementar, Abel Braga fez mais duas mudanças. Cansado, Éderson deu lugar a Jadson, enquanto David, por opção tática, foi substituído por Ariel Cabral.

Com marcação reforçada no meio-campo, o Cruzeiro se fechou, segurou o São Paulo e proporcionou alívio aos seus torcedores, agora mais esperançosos em ver o clube do coração permanecer na primeira divisão.

CRUZEIRO 1X0 SÃO PAULO

Fonte: Super Esportes

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: