Capa da Página Torcedores que cometeram injúria racial são identificados pela polícia e responderão pelo crime - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 18º MIN 30º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

12/11/2019 às 09:58h

Torcedores que cometeram injúria racial são identificados pela polícia e responderão pelo crime

Facebook

Por meio de suas redes sociais, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) informou que identificou os dois atleticanos que insultaram o segurança Fábio Coutinho, que trabalhava no clássico entre Cruzeiro e Atlético, nesse domingo (10), no Mineirão. Os gritos racistas de “macaco” e “olha a cor da sua pele” foram registrados durante o intervalo da partida.

Segundo a corporação, os dois responderão pelo crime de injúria racial, que prevê a pena de 1 a 3 anos de reclusão e multa.

Além dos xingamentos racistas, o segurança relatou que ainda sofreu uma cusparada dos indivíduos.

O caso de racismo foi o mais grave dentre os vários incidentes registrados no domingo de clássico no Mineirão. Foram vários focos de confronto entre as torcidas, principalmente após o término do jogo.

Fonte: Hoje em Dia

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: