Capa da Página Despachante avalia medida do governo que acaba com o seguro DPVAT - Notícias - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 20º MIN 29º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias

18/11/2019 às 09:01h

Despachante avalia medida do governo que acaba com o seguro DPVAT

Facebook

O presidente Jair Bolsonaro editou recentemente uma medida provisória que acaba com o seguro obrigatório de danos pessoais causados por veículos automotores terrestres ou por sua carga a pessoas transportadas ou não, o DPVAT. A mesma medida acaba também com o seguro de danos pessoais causados por embarcações, o DPEM, a partir do 1º dia de janeiro.

Para quem atua na área de indenizações do DPVAT, a medida foi vista com maus-olhos, uma vez que os motoristas que forem vítimas de acidentes vão ficar desamparados, caso precisem de algum tipo de ressarcimento de danos. Sobre o assunto, a reportagem do JC Notícias conversou com o despachante Rodrigo Nogueira.

Em entrevista, ele explica como funciona o seguro DPVAT e como fica a situação dos condutores:

Clique e ouça Rodrigo Nogueira

Rodrigo destaca que a medida proposta pelo governo de acabar com o seguro DPVAT não é uma vantagem para os motoristas:

Clique e ouça Rodrigo Nogueira

De acordo com o Planalto, as vítimas de acidentes de trânsito que ocorrerem até o último dia deste ano ainda vão ter cobertura pelo DPVAT. A atual gestora do seguro, a seguradora Líder, continuará até o dia 31 de dezembro de 2025 sendo responsável pelos sinistros ocorridos até 31 de dezembro de 2019.

Por Henrique Silva


Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: