Capa da Página Especialista em saúde garante qualidade das vacinas e alerta população quanto ao risco da não-imunização - Notícias - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 11º MIN 35º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias

15/05/2019 às 09:10h

Especialista em saúde garante qualidade das vacinas e alerta população quanto ao risco da não-imunização

Facebook

O ditado popular “melhor prevenir do que remediar” se aplica perfeitamente à vacinação. Muitas doenças comuns no Brasil e no mundo deixaram de ser um problema de saúde pública por causa da vacinação massiva da população. Poliomielite, sarampo, rubéola, tétano e coqueluche são só alguns exemplos de doenças comuns no passado e que as novas gerações só ouvem falar em histórias.

Apesar disso, com o fácil acesso da população às novas tecnologias como smartphones, tablets e internet, muitas notícias falsas, as chamadas “fake news” estão influenciando cada vez mais pessoas a não se vacinarem, o que pode ocasionar no retorno de doenças já erradicadas no Brasil.

Nesse cenário, a reportagem do JC Notícias conversou com o clínico geral e ortomolecular, Dr. Sérgio Maia. Em entrevista, ele garante a eficácia das vacinas, principalmente quanto às doenças virais, comuns no país:

Clique e ouça Dr. Sérgio Maia

Dr. Sérgio destaca a importância de se manter o cartão de vacinação em dia:

Clique e ouça Dr. Sérgio Maia

Quanto às fake news, o clínico geral e ortomolecular ressalta os malefícios que elas têm causado para a população:

Clique e ouça Dr. Sérgio Maia

Para combater as fake news sobre vacinas e campanhas de imunização, o Ministério da Saúde, passou a disponibilizar, no início deste ano, um número de WhatsApp para envio de mensagens da população. Vale destacar que o canal não é um SAC – Serviço de Atendimento ao Consumidor ou tira dúvidas dos usuários, mas um espaço exclusivo para receber informações virais, que serão apuradas pelas áreas técnicas e respondidas oficialmente se são verdade ou mentira.

Qualquer cidadão poderá enviar gratuitamente mensagens com imagens ou textos que tenha recebido nas redes sociais para confirmar se a informação procede, antes de continuar compartilhando. O número é (61)99289-4640.

Por Henrique Silva


Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: