Capa da Página Ex-prefeito de Pará de Minas, Silésio Mendonça morre aos 83 anos - Notícias - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 6º MIN 27º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias

07/02/2019 às 09:00h

Ex-prefeito de Pará de Minas, Silésio Mendonça morre aos 83 anos

Facebook

Morreu nessa quarta-feira (6), aos 83 anos de idade, o ex-prefeito de Pará de Minas, Silésio Mendonça. Ele estava internado no Hospital Vera Cruz, em Belo Horizonte, desde domingo (3), após sofrer um infarto. O ex-político chegou a passar por cirurgia, mas não resistiu.

Nascido em Pará de Minas, em 28 de dezembro de 1935, Silésio Mendonça trabalhou como auxiliar de serviços gerais, tecelão e escriturário do então Banco Mineiro de Produção, posteriormente BEMGE, onde aposentou após 32 anos de prestação de serviços.

Na vida política, Silésio foi vereador em Pará de Minas, por 12 anos, no período de 1977 a 1988 e na legislatura 2013/2016. Em sua primeira passagem pelo Legislativo, fez várias amizades, entre elas, com o ex-vereador José Paulino Pereira Santos, o Zezé Paulino, que em entrevista ao JC Notícias, lamenta a morte do amigo e fala sobre sua convivência com o falecido político:

Clique e ouça Zezé Paulinho



Quatro anos após sua primeira passagem pela Câmara, Silésio Mendonça se candidatou a prefeito, nas eleições de 1992, pelo PDT. Surpreendendo muitas pessoas em Pará de Minas, ele acabou vencendo a disputa com grandes nomes, entre eles, Inácio Franco e Antônio Júlio de Faria.

Uma das propagandas eleitorais usadas por Silésio na época foi mostrando a sola de pares de sapatos, em referência as visitas em várias regiões da cidade. Silésio comandou o município no período de 1993 a 1996, como confirma seu ex-colega de partido, Levi Solano Severino.

Na época, Levi foi vereador e líder do prefeito Silésio na Câmara Municipal. Ele lamenta a morte do amigo e diz que o ex-chefe do executivo municipal foi um dos melhores da história de Pará de Minas, com grandes trabalhos realizados, entre eles, na área da saúde:

Clique e ouça Levi Solano



Como prefeito, Silésio ampliou e modernizou a Policlínica Nossa Senhora da Piedade, criou vários postos de saúde, ampliou e adequou o serviço de atendimento odontológico à população. Na educação, criou o CAIC, escola de tempo integral no bairro Santa Edwirges, construiu escolas no bairro Serra Verde e no Distrito de Córrego do Barro, além de doar um terreno de 13.000 metros para ampliação da Faculdade de Pará de Minas – FAPAM.

Na geração de empregos, trouxe e promoveu a instalação da empresa SUMIDENSO e a Concessionária Invicta. NA infraestrutura, duplicou a entrada da cidade, compreendendo as ruas Antônio Rocha, João do Neto e avenidas Ovídio de Abreu e Brasil. Construiu a Ponte da Amizade, interligando os bairros São Luís e Dom Bosco,

Na cultura e lazer criou a Escola Municipal de Música Geraldinho do Cavaquinho. Na prestação de serviços, foi responsável pela criação do PROCON de Pará de Minas e implantou o antigo sistema rotativo Faixa Azul, com renda em benefício da Cidade Ozanan.

Na segurança pública promoveu a construção do posto da Polícia Rodoviária na MG-431. Silésio também foi agraciado com o Título de Prefeito da Saúde. Depois de quase 20 anos, ele retornou para a vida política como Vereador, na legislatura 2013/2016.

O ex-político deixa a esposa Maria Helena Ferreira Mendonça, os filhos Silvana, Heloísa e Silésio Júnior e os netos João Victor e Pedro Augusto. O velório de Silésio está ocorrendo desde as 5h, na Câmara Municipal. Seu corpo será sepultado às 15h, no Cemitério Municipal Santo Antônio de Pará de Minas.

Por Sérgio Viana

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: