Capa da Página - Pesquisadores da Fiocruz avaliam projeto de combate ao Aedes aegypti em Pará de Minas - Notícias - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 16º MIN 24º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias

08/11/2019 às 09:04h

Pesquisadores da Fiocruz avaliam projeto de combate ao Aedes aegypti em Pará de Minas

Facebook

Pesquisadores da Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz) e da Secretaria de Estado de Saúde estiveram em Pará de Minas nessa semana para avaliar o projeto-piloto de combate ao Aedes aegypti que está sendo realizado na cidade.

A ação começou a ser realizada em Pará de Minas no início de outubro. O projeto consiste em avaliar novas alternativas de vigilância e controle do Aedes aegypti e Aedes albopictus, considerados os principais vetores de arbovírus de importância em saúde pública, entre elas dengue, Zika e chikungunya.

O projeto terá duração de 15 meses e tem objetivo de avaliar ovitrampas como metodologia de indicação de risco e monitoramento de eficácia de ações de novas alternativas de controle do mosquito transmissor da Dengue, Zika e chikungunya.

A pesquisa está trabalhando em cinco bairros com aproximadamente 1.500 imóveis e 50 quarteirões para monitorar a eficácia do controle do Aedes aegypti com o Sistema Aero System (Inseticida de aplicação rápida, em pequenas doses nos cômodos, intradomiciliar, e que mata os mosquitos que se encontram dentro da casa), utilizando ovitrampas (armadilhas para captura do mosquito) e armadilhas BG GAT(uma ferramenta passiva para captura em massa das fêmeas grávidas) como metodologia de indicação de risco e monitoramento de resultado no município.

Em entrevista ao JC Notícias, Ima Braga, pesquisadora e presidente da Rede Latino Americana de Controle de Vetores, avalia o primeiro mês de implantação do projeto:

Clique e ouça Ima Braga

José Bento Pereira, pesquisador da Fio Cruz fala sobre a importância desse estudo:

Clique e ouça José Bento

Carolina Amaral, assessora da Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado da Saúde explica que o Governo Estadual está acompanhando de perto o estudo:

Clique e ouça Carolina Amaral

A pesquisa que é uma novidade promovida pelo Ministério da Saúde e Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz) tem a parceria da Secretaria de Estado de saúde de Minas Gerais (SES-MG).

Por Sérgio Viana


Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: