Capa da Página - Prefeitura de Pará de Minas se posiciona quanto a licitação do transporte embargada mais uma vez pelo TCE-MG - Notícias - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 16º MIN 30º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias

14/10/2019 às 08:21h

Prefeitura de Pará de Minas se posiciona quanto a licitação do transporte embargada mais uma vez pelo TCE-MG

Facebook

Após mais um impedimento feito pelo Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais – TCE -MG na licitação do transporte coletivo de Pará de Minas, a pedido de uma empresa que presta esse tipo de serviço, o prefeito Elias Diniz (PSD) se posicionou diante dos questionamentos do órgão fiscalizador de que havia irregularidades quanto ao processo licitatório.

Com o prazo limite de cinco dias para responder ao TCE-MG, ainda na sexta-feira (11), um dia após o embargo da licitação do transporte, Elias Diniz encaminhou um ofício alegando que não havia irregularidades e cobrou, no mesmo documento, a pronta liberação para o processo que visa escolher a nova concessionária do transporte coletivo de Pará de Minas.

Em entrevista ao JC Notícias, o prefeito de Pará de Minas explica como recebeu a notícia do cancelamento de mais um processo licitatório e o que fez para responder aos questionamentos do Tribunal de Contas:

Clique e ouça Elias Diniz

Ao saber que a TURI continuaria a prestar o serviço de transporte público em Pará de Minas, muitos usuários reclamaram, alegando que a empresa não soube trabalhar na cidade nos últimos anos e que há muitos pontos a serem melhorados. Sobre isso, Elias Diniz afirma que a concessionária se comprometeu a oferecer um serviço de melhor qualidade, cumprindo as exigências que estão no contrato de concessão:

Clique e ouça Elias Diniz

A concorrência pública nº 3/2019, alvo dos diversos embargos feitos pelo TCE-MG, prevê a concessão, com exclusividade, pelo período de 15 anos, para a empresa vencedora do processo licitatório, com valor contratual estimado em pouco mais de R$88 milhões.

Por Henrique Silva


Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: