Capa da Página Quatro denúncias apresentadas pelo ex-secretário Timbé contra a Prefeitura são confirmadas na Câmara - - Notícias - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 18º MIN 24º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias

06/12/2017 às 09:21h

Quatro denúncias apresentadas pelo ex-secretário Timbé contra a Prefeitura são confirmadas na Câmara

Facebook

As comissões responsáveis por apurar as denúncias feitas pelo ex-secretário de Gestão Pública, Fernando Antônio do Amaral, contra a Prefeitura, entregaram mais pareceres durante a última reunião ordinária de 2017, da Câmara Municipal de Pará de Minas. Até o momento existem quatro irregularidades confirmadas, sete não comprovadas e outros duas ainda estão em análises.

O relatório parcial foi lido pelo presidente da Comissão Especial, Marcílio Magela de Souza (PMDB). O vereador lamentou não ter entregue o parecer final no prazo estipulado e explicou que a demora ocorreu, porque algumas documentações ainda não chegaram à Câmara, devido a burocracias. Ele acredita que antes do fim de 2017, todas as denúncias estejam apuradas.

De acordo com Marcílio, as quatro irregularidades confirmadas se referem a 28 dias de acúmulos de cargos do procurador-geral do município Júlio César de Oliveira, atraso da realização do Concurso Público, liberação de certidão negativa para empresa em débito e renovação de contrato com a TURI de forma ilegal:

Clique e ouça Marcílio Magela

Marcílio deixa claro que a prefeitura terá um prazo de 10 dias para se defender de todas as quatro denúncias confirmadas. Por enquanto não será aberta uma CPI – Comissão Parlamentar de Inquérito:

Clique e ouça Marcílio Magela

Outras duas denúncias, além das apresentadas pelo ex-secretário Timbé, chegaram à Câmara. Segundo Marcílio, uma delas envolve a contratação de cantores para o show de aniversário de Pará de Minas, realizado pela prefeitura no dia 20 de setembro:

Clique e ouça Marcílio Magela

A notificação sobre as denúncias chega ainda nessa semana à Prefeitura de Pará de Minas, para que ela tome conhecimento e faça sua defesa por escrito ou na Câmara aos vereadores.

Por Sérgio Viana


Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: