Capa da Página Secretaria de Saúde confirma a primeira morte por Dengue em Pará de Minas - - Notícias - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 18º MIN 35º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias

09/10/2019 às 08:21h

Secretaria de Saúde confirma a primeira morte por Dengue em Pará de Minas

Facebook

Pará de Minas registrou a primeira morte por Dengue em 2019. A vítima foi um homem que morava no bairro JK. Ele morreu em maio desse ano devido à doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, segundo a Secretaria Municipal de Saúde.

A vítima começou a apresentar os sintomas pelo corpo e morreu, porém o caso estava sendo tratado como suspeito. Somente agora foi confirmado, como explica a enfermeira referência técnica da Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde de Pará de Minas, Maria de Lourdes Liguori, em entrevista ao JC Notícias.

Segundo ela, entre os meses de março e junho, Pará de Minas viveu uma epidemia de dengue, com quatro casos de mortes em investigação, porém somente em 18 de setembro, houve a confirmação oficial de uma delas:

Clique e ouça Maria de Loudes Liguori

Dos quatro casos de mortes por Dengue em investigação, dois foram confirmados em Pará de Minas, porém um dos óbitos é de um paciente que morava em outra cidade, como explica a enfermeira:

Clique e ouça Maria de Loudes Liguori

Em 2019, até o momento, dados atualizados nessa semana, mostram que Minas Gerais registrou 481.294 casos prováveis (casos confirmados + suspeitos) de dengue, e 144 óbitos em 45 municípios. Ainda 110 mortes permanecem em investigação para este agravo.

Em relação à Febre Chikungunya, Minas Gerais registrou 2.748 casos prováveis da doença em 2019. Até o momento foi confirmado um óbito por chikungunya do município de Patos de Minas, e existe uma morte em investigação.

Já em relação à Zika, foram registrados 758 casos prováveis da doença em 2019, até a data de atualização do boletim.

O estado está em situação de alerta para esse aumento no número de casos das doenças transmitidas pelo Aedes (dengue, chikungunya e zika).

Dentro da Região Centro-Oeste são 15 mortes por dengue em 2019, registradas nas cidades de Arcos (duas), Carmo do Cajuru (uma), Divinópolis (três), Lagoa da Prata (duas), Luz (uma), Martinho Campos (duas), Nova Serrana (uma), Pará de Minas (uma), Pitangui (uma) e São Gonçalo do Pará (duas).

Por Sérgio Viana


Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: