Capa da Página Jovem gasta salário em casa de prostituição, comunica que foi roubado e acaba preso em Pará de Minas - - Policial - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 18º MIN 30º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Policial

12/09/2019 às 08:55h

Jovem gasta salário em casa de prostituição, comunica que foi roubado e acaba preso em Pará de Minas

Facebook

Um jovem de 20 anos foi preso por Comunicação Falsa de Crime, na tarde dessa quarta-feira (11), no bairro Santos Dumont, em Pará de Minas. A prisão ocorreu na Rua Conquista. De acordo com a Polícia Militar, o autor gastou seu salário em uma casa de prostituição, e como ficou sem o dinheiro, decidiu comunicar que havia sido roubado em via pública.

O indivíduo acionou a PM através do 190, para o registro de um suposto roubo sofrido por ele. O jovem narrou aos policiais que transitava pela rua, quando dois infratores armados, ocupando uma motocicleta, cor preta, chegaram e anunciaram o assalto, roubando sua carteira, com R$480,00 em dinheiro, documentos pessoais e seu cartão de transporte coletivo.

Os militares passaram a fazer rastreamento aos autores e foram até uma residência em frente ao local em que teria ocorrido o assalto, onde existe câmera de segurança com boa resolução, cujas imagens foram mostradas pelo proprietário e não constavam qualquer tipo de assalto. Diante da situação e das contradições do jovem, a PM descobriu que ele havia feito falsa comunicação de crime, como explica sargento Wilton Maurício Romualdo, em entrevista ao JC Notícias:

Clique e Ouça Sargento Wilton

De acordo com sargento Wilton, o jovem admitiu que não houve o roubo e que simulou todo o relato, pois havia gasto seu salário em uma casa de prostituição, e tinha que pagar um boleto. Com o Boletim de Ocorrência em mãos, a suposta vítima tentaria um empréstimo ou adiantamento em seu emprego:

Clique e Ouça Sargento Wilton

Recentemente já foram registradas outras ocorrências pela Polícia Militar, de crimes parecidos. Além dos autores de tais práticas responderem por Comunicação Falsa de Crime ou Contravenção, artigo 340 do Código Penal, essa prática traz transtornos ao policiamento, que poderia ser empenhado para outras pessoas que realmente precisem da intervenção policial, em casos de urgência/emergência, como explica Sargento Wilton:

Clique e Ouça Sargento Wilton

O jovem de 20 anos foi preso e conduzido à Delegacia de Polícia Civil.

Por Sérgio Viana


Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: