Capa da Página Lançamento do iPhone: Apple revela iPhone 8, iPhone X, relógio e hub de TV - Tecnologia - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 18º MIN 28º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Tecnologia

12/09/2017 às 15:23h

Lançamento do iPhone: Apple revela iPhone 8, iPhone X, relógio e hub de TV

Facebook

A Apple anunciou na tarde desta terça-feira (12) a nova geração do iPhone, composta pelo iPhone 8 e pelo iPhone 8 Plus. Neste ano, a companhia também revelou uma terceira opção de celular: o iPhone X, modelo com ficha técnica mais avançada, entre outras inovações.

O iPhone 8 (tela de 4,7 polegadas) – junto com o iPhone 8 Plus (5,5 polegadas) – traz o mesmo visual já conhecido do iPhone 7 e do iPhone 6S. Neste ano, a companhia também revelou uma terceira opção de celular: o iPhone X, modelo com ficha técnica mais avançada, entre outras inovações. O smartphone estreia uma série de novos recursos, mas faz isso a um custo: o preço mais elevado.

Lançamento do iPhone 8 e 8 Plus (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)

A diferença fica por conta do hardware, mais poderoso do que o visto no ano passado. O processador A11 Bionic tem seis núcleos, com ganho de velocidade da ordem de até 70% em relação ao chip A10 do iPhone 7.

O iPhone X tem, pela primeira vez em um produto da Apple, bordas mínimas, com promessa de melhor ergonomia na hora de usar o telefone. A tela chamada de Super Retina também é diferente: ela ocupa praticamente toda a face do smartphone, com exceção de um espaço na área superior frontal para acomodar os sensores, a saída de áudio e as câmeras. São duas, por sinal – o sistema de captura de imagem auxilia num recurso novo e exclusivo do modelo X: o desbloqueio por reconhecimento facial.

A Apple inclui no produto o suporte a recarga sem fio, algo que existe há tempos em outros smartphones à venda no mercado. O usuário não precisa mais plugar o cabo Lightning na parte de baixo do celular para injetar mais energia. Segundo o vice-presidente Phil Schiller, será possível usar o carregador wireless em casa, no trabalho e até mesmo no carro.

Os telefones empregam “o vidro mais durável já colocado em um smartphone”, segundo a empresa, além de serem selados microscopicamente para evitar ingresso de água.

Eles também têm sistema de câmeras mais robusto para o uso com realidade aumentada (AR). Durante o congresso anual dedicado a desenvolvedores, a empresa chegou a mostrar novidades como a simulação de profundidade e iluminação ao exibir objetos virtuais que aparecem no display do iPhone e interagem com o ambiente.

iPhone 7 e 7 Plus: celulares têm diferenças que vão além da tela

Confira a seguir os destaques do evento de lançamento. Até o momento, a companhia mostrou novidades na Apple TV e no Apple Watch.

Apple TV 4K

O hub de entretenimento Apple TV chega à quinta geração com suporte a imagens em altíssima definição por meio da tecnologia 4K (também chamada de Ultra HD) e do HDR. Filmes, séries e programas de TV ganham mais detalhes e as imagens ficam com maior contraste. Para tanto, é necessário que a TV do usuário tenha suporte às duas tecnologias.

A oferta de conteúdo em formato 4K vem aumentando nos últimos anos, com iniciativas da Netflix, YouTube, iTunes e outros importantes serviços do mercado para valorizar o Ultra HD.

As vendas começam em 15 de setembro.

Apple Watch Série 3

O Apple Watch 2017 – oficialmente chamado de Apple Watch Série 3 – ganhou um visual mais moderno, com mais curvas. Pela primeira vez, o relógio inteligente da Apple também traz suporte a rede de telefonia 4G/LTE, para que o usuário não fique dependendo da conexão entre o acessório e o iPhone.

Tirando proveito da internet nativa, o comprador do Apple Watch terá compatibilidade com Apple Music, o serviço de música online da Apple. Para escutar as canções será preciso ter os AirPods, fones de ouvido sem fio da empresa, com suporte a Bluetooth.

Apple Watch Série 3 funciona com a rede 4G/LTE, sem depender do iPhone (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)

O detector de batimentos cardíacos foi aprimorado para alertar ao usuário quando houver um pico, mas a pessoa não estiver realizando atividades físicas. A Siri ficou mais esperta, com possibilidade de falar com o usuário, o que em gerações anteriores não era possível.

Segundo o diretor-executivo da Apple, Tim Cook, o produto é atualmente o relógio mais vendido do mundo, à frente de Rolex, Fossil, Omega e Cartier. Ele roda o sistema watchOS 4.

Os preços são os seguintes: US$ 399 (cerca de R$ 1,3 mil, sem considerar os impostos) pelo modelo com 4G e US$ 329 (R$ 1 mil) pela versão sem internet nativa. A Apple mantém no mercado o Apple Watch Série 1 por US$ 249 (R$ 780).

Fonte: Techtudo


Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: