Capa da Página CPM 22 anuncia afastamento do baterista Japinha da banda após vazamento de conversa com fã que disse ter 16 anos - Revista - ESPACIAL FM Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 9º MIN 26º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Notícias - Revista

10/06/2020 às 20:33h

CPM 22 anuncia afastamento do baterista Japinha da banda após vazamento de conversa com fã que disse ter 16 anos

Facebook

O CPM 22 anunciou o afastamento do baterista Japinha da banda nesta quarta-feira (10). A decisão foi tomada após o vazamento de conversas de Japinha com uma fã de 16 anos.

"Após os últimos acontecimentos, decidimos pelo afastamento do nosso baterista, Ricardo Japinha, reafirmando nossa posição de não compactuar com atitudes desrespeitosas com quem quer que seja. A banda continua", diz o comunicado do CPM 22.

Ricardo Di Roberto, conhecido como Japinha, tocou no CPM 22 durante 21 anos. Ele entrou na banda em 1999, quatro anos depois de sua formação, e tocou em todos os sete álbuns de estúdio (só não participou de demo tapes de 1996 e 1998).

Nas mensagens em 2012, eles falaram de namoro e virgindade. A conversa com o baterista, que na época tinha 36 anos, foi divulgada no dia 4 de junho de forma anônima, em um perfil chamado "Exposed emo" no Twitter. Nos últimos dias, a hashtag #exposed tem sido usada em denúncias de abusos e assédio feitas por mulheres.

A repercussão negativa aumentou na terça-feira (9), depois que o baixista do CPM 22, Fernando Sanches, saiu da banda. Ele fez o anúncio no Instagram, mas não disse o motivo.

Japinha também disse ao G1, na noite de terça-feira, não saber a causa da saída de Fernando. Mas ele afirmou na entrevista ao G1 que que o resto da banda estava "se prontificando" a defendê-lo

Na madrugada de terça-feira, a banda havia divulgado outro comunicado sobre o caso, antes de anunciar o afastamento do baterista:

"Fomos surpreendidos com postagens sobre o comportamento de um integrante de nossa banda. Somos um coletivo onde cada um responde por suas atitudes. Mas uma coisa é clara: não compactuamos com atitudes desrespeitosas contra quem quer que seja. Nosso maior interesse é que tudo isso seja esclarecido o quanto antes."

Fonte: G1

Foto: Érico Andrade/G1

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: