Capa da Página Boletim estadual aponta redução de quase 50% em casos prováveis de dengue no Centro-Oeste de Minas - Destaques - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 13º MIN 36º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Destaques

13/08/2020 às 10:27h

Boletim estadual aponta redução de quase 50% em casos prováveis de dengue no Centro-Oeste de Minas

Facebook

O Boletim Epidemiológico divulgado nesta quarta-feira (12) pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) apontou que a região Centro-Oeste de Minas teve uma redução de 48,7% dos casos prováveis de dengue em relação ao último boletim divulgado no dia 16 de julho. A região contava com 349 casos prováveis da doença e agora são 179. O informe estadual apresentou ainda dados de zika e chikungunya registrados nas últimas quatro semanas. 

A SES-MG avaliou a evolução dos casos suspeitos de dengue, zika e chikungunya das últimas quatro semanas na região. Segundo os dados, neste período Divinópolis foi o município que mais registrou casos prováveis de dengue, foram 57.

Mortes

Neste boletim, o estado apontou que Divinópolis tem três casos de morte por dengue em investigação. No último levantamento divulgado eram dois casos sendo investigados. Pará de Minas também tinha dois casos em investigação e agora também conta com três. Bom Despacho segue com uma morte notificada e duas em investigação. No boletim anterior era uma morte em investigação. Pompéu também apareceu desta vez, com uma morte em investigação.

As três mortes registradas pela doença já registradas este ano em Pará de Minas não apareceram neste boletim. Os dois óbitos de Carmo da Mata também não foram contabilizados.

Informe epidemiológico

O informe epidemiológico da SES-MG apontou apenas os casos prováveis de dengue na região nas últimas quatro semanas. No Boletim desta quarta não constam os casos prováveis registrados no ano. (Veja a tabela abaixo).

Casos prováveis de dengue na região nas últimas quatro semanas

Cidade Casos
Abaeté 5
Araújos 4
Bom Despacho 25
Candeias 1
Capitólio 6
Carmo do Cajuru 4
Cláudio 1
Divinópolis 25
Dores do Indaiá 2
Formiga 20
Igaratinga 3
Iguatama 1
Itapecerica 2
Itaúna 2
Lagoa da Prata 2
Luz 10
Martinho Campos 2
Moema 1
Nova Serrana 24
Onça de Pitangui 2
Papagaios 4
Pains 4
Pará de Minas 5
Perdigão 5
Pitangui 6
Pompéu 2
Santo Antônio do Monte 3
São Gonçalo do Pará 2
São Sebastião do Oeste 6

Fonte: SES-MG

Dengue no Estado

Em 2020, até o momento, Minas Gerais registrou 81.619 casos prováveis, que são os casos notificados exceto os descartados de dengue.

Deste total, 53.089 casos foram confirmados para a doença. Quanto aos óbitos, neste ano foram confirmados nove óbitos pela doença. Há 54 óbitos em investigação.

Chikungunya

No boletim desta quarta-feira, foram divulgados apenas os levantamentos das últimas quatro semanas e só os municípios de Itaúna e Luz apareceram na lista com um caso provável de febre chikungunya na região.

Casos prováveis de chikungunya no Centro-Oeste nas últimas quatro semanas

Cidades Casos
Itaúna 1
Luz 1

Fonte: SES-MG

Até o momento já são 2.181 casos prováveis da doença em todo Estado. Destes, 1.203 foram confirmados. Há um óbito em investigação.

Zika

Neste boletim nenhuma cidade da região Centro-Oeste apareceu com caso provável de zika nas últimas quatro semanas. Já em relação à doença no Estado, foram registrados 387 casos prováveis. Destes, 119 foram confirmados para a doença.

Fonte: G1 Centro-Oeste
Foto: Rádio Espacial FM


Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: