Capa da Página Polícia recupera carga de respiradores roubada em Ribeirão das Neves - Destaques - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 6º MIN 27º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Destaques

14/07/2020 às 09:08h

Polícia recupera carga de respiradores roubada em Ribeirão das Neves

Facebook

A Polícia Civil recuperou nesta segunda-feira (13) cinco respiradores que tinham sido roubados na BR-040, bairro San Marino, em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A carga, avaliada em R$ 250 mil, era transportada do Espírito Santo para o Mato Grosso.

O motorista, de 50 anos, contou que foi rendido na última sexta-feira (10) por oito homens que estavam em três carros. Em seguida, ele foi levado para uma fazenda e depois libertado.

Uma equipe da Delegacia Especializada em Investigação e Repressão ao Furto foi informada de que os suspeitos teriam abandonado o material nesta segunda-feira (13) em uma estrada que liga Santa Luzia a Belo Horizonte. Segundo o delegado César Matoso, a polícia já tem pistas dos veículos utilizados no crime e está trabalhando na identificação e prisão dos suspeitos. “Estamos, neste momento, no encalço dos criminosos, que ainda estão em posse do veículo da vítima”, disse Matoso.

Segundo o delegado, há suspeitas de que os envolvidos sabiam do conteúdo da carga, dado o valor e pelo fato de ter sido usado um veículo pequeno para o transporte, que chama pouca atenção. “Por se tratar de respiradores, equipamentos que atualmente têm uma grande procura, o valor econômico desse tipo de material no mercado é muito alto. Isso poderia ter despertado o interesse deles”, explicou.

A carga é avaliada em R$ 250 mil e será entregue em Cuiabá. “Estamos agindo o mais rápido possível para que esses aparelhos cheguem em segurança em Cuiabá, a fim de que os pacientes acometidos pelo coronavírus possam ser tratados adequadamente”, explicou o delegado.

Fonte: Hoje em Dia

Foto: Polícia Civil/Divulgação

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: