Capa da Página Tempestade desabriga famílias, interdita rodovia e alaga ruas em Botucatu - Destaques - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 14º MIN 24º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Destaques

10/02/2020 às 08:58h

Tempestade desabriga famílias, interdita rodovia e alaga ruas em Botucatu

Facebook

A chuva forte que atingiu Botucatu (SP) na madrugada desta segunda-feira (10) provocou estragos na cidade. O prefeito declarou estado de calamidade por causa dos danos.

A tempestade começou por volta das 3h e fez casas desmoronarem e famílias ficarem desabrigadas. Várias ruas foram alagadas e a ponte que liga o Bairro Alto e o Boa Vista, na Rua Doutor Rafael Sampaio, foi levada pela correnteza do Rio Lava Pés.

Parte de uma casa que fica ao lado do rio desmoronou e árvores tombaram com a força da tempestade. Segundo o prefeito Mário Pardini (PSDB), choveu cerca de 122 milímetros na cidade.

"Isso comprometeu praticamente toda a estrutura da cidade, especialmente nessa região do Rio Lava Pés, a gente tem seis pontes comprometidas e uma que desabou completamente", explicou.

Por isso, a prefeitura decidiu decretar estado de calamidade, a fim de buscar recursos do Governo Estadual e Federal para recuperar a cidade e ajudar as famílias desabrigadas.

"Na madrugada a gente conseguiu resgatar todas as pessoas e agora recebemos as famílias no Ginásio Municipal, e estamos fazendo um grande inventário para ver tudo o que elas perderam e como podemos ajudar na recuperação, inclusive dos imóveis", garante o prefeito.

O Corpo de Bombeiros de Avaré foi chamado para auxiliar as equipes de Botucatu no resgate de moradores que ficaram ilhados e que precisaram ser resgatados com botes. As famílias desalojadas estão sendo levadas para o Ginásio Municipal.


Na manhã desta segunda-feira ainda tinham famílias sendo resgatadas. No total, são 40 pontos de alagamento, sendo os pontos mais críticos no Centro e Terminal Rodoviário.

Interdição na Marechal Rondon

A Rodovia Marechal Rondon (SP-300) foi completamente interditada do quilômetro 236 ao 240, em ambos os sentidos.

A interdição foi necessária porque uma grande quantidade de lama e pedras invadiu a rodovia. Equipes de conservação da concessionária foram ao trecho para fazer a limpeza.

O trânsito foi desviado pela João Hipólito Martins (SP-209), em Botucatu, e pela Lázaro Cordeiro de Campos (SP-147), em Bofete.


Além disso, no quilômetro 258, próximo ao pedágio, sentido Bauru-Botucatu, a pista desmoronou e um carro foi parar no canteiro da rodovia. Segundo a concessionária, o motorista foi retirado e aguarda na base sem lesões.

Segundo os bombeiros, a equipe também está em busca de um caminhão que sofreu um acidente na pista assim que ela cedeu. Os bombeiros não sabem se o caminhão está no buraco ou se foi levado pela água. Além disso, uma viatura do Corpo de Bombeiros ficou presa na enxurrada e um acidente foi registrado em Santa Maria da Serra.

No sentido contrário, a rodovia está alagada e a Polícia Rodoviária não sabe dizer se foi por conta da represa que fica próxima ao local. O trânsito está complicado na região e a orientação é para que os motoristas evitem o trecho.

Fonte: G1

Fotos:

Prefeitura de Botucatu/Divulgação


Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: