Capa da Página Assim como em 2000, Felipão estreia contra paranaense. Desafio é mudar história - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 16º MIN 30º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

CRUZEIRO MG

Assim como em 2000, Felipão estreia contra paranaense. Desafio é mudar história

19/10/2020 às 09:24h

Facebook

Assim como aconteceu em 2000, na sua primeira passagem pela Toca da Raposa, Luiz Felipe Scolari vai estrear no comando técnico do Cruzeiro diante de um clube paranaense. A primeira partida do treinador será nesta terça-feira (20), contra o Operário-PR, às 21h30, no Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa, pela 17ª rodada da Série B.

Há 20 anos, Felipão iniciou sua história na Raposa em 30 de julho de 2000, na primeira rodada da Copa João Havelange, o Campeonato Brasileiro daquele ano.

O Cruzeiro recebeu o Athletico-PR, em partida que foi disputada no Mineirão, e foi derrotado por 2 a 0. Os gols do Furacão foram marcados por Emerson e Kelly, que depois vestiu a camisa cruzeirense.

Apesar do início ruim, a Raposa fez grande campanha naquele Campeonato Brasileiro. Terminou o Módulo Azul, correspondente à Primeira Divisão, na primeira colocação, e chegou às semifinais, quando caiu diante do campeão Vasco.

Agora, o desafio de Scolari é fazer nova grande campanha no comando do Cruzeiro, mas o objetivo dessa vez é tirar o time da Série B do Brasileiro.

Aproveitamento

Na Copa João Havelange, a Raposa alcançou nos 24 jogos da primeira fase um aproveitamento de 62,5%, com 45 pontos em 72 disputados.

Felipão será o comandante da Raposa em 22 jogos da Segunda Divisão nacional, com 66 pontos em disputa. E o aproveitamento de 2000 não deve ser suficiente para levar o time de volta à Série A do Brasileirão, pois representaria a conquista de 41 pontos, que somados aos 13 atuais, totalizariam 54.

Pelas projeções matemáticas, dificilmente o quarto colocado da Série B marcará menos de 60 pontos.

De toda forma, o que moveu Felipão nessa volta ao Cruzeiro foi justamente o desafio de tentar tirar o clube da Série B.

Para isso, será fundamental uma estreia diferente daquela que ele teve em 2000, na primeira passagem pelo clube.

A FICHA DA ESTREIA DE FELIPÃO EM 2000

CRUZEIRO 0
André; Cléber Monteiro, Cris, Rodrigo e Sorín (Alonso); Donizete Oliveira, Ricardinho, Jackson (Zé Roberto) e Geovanni; Müller e Oséas (Fábio Júnior). Técnico: Luiz Felipe Scolari

ATHLETICO-PR 2
Flávio; Luizinho Netto (Héverton Martins), Emerson, Reginaldo e Fabiano; Marcus Vinícius, Goiano, Kléberson (Silas) e Perdigão; Kelly (Silvinho) e Kléber Pereira. Técnico: Artur Neto

DATA:30 de julho de 2000
ESTÁDIO:Independência
CIDADE:Belo Horizonte
MOTIVO:1ª rodada da Copa João Havelange
GOLS:Emerson, aos 43 minutos do primeiro tempo; Kelly, aos 32 minutos do segundo tempo
ARBITRAGEM:Romildo Corrêa, auxiliado por Arthur Alves Júnior e Nilson de Souza Munção, todos de São Paulo
PÚBLICO:9.596
RENDA:R$ 84.529,00

Fonte: Hoje em Dia

Foto: Humberto Nicoline/Arquivo Hoje em Dia

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: