Capa da Página Cruzeiro empata com o Náutico no fim e continua na zona de rebaixamento da Série B - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 13º MIN 28º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

CRUZEIRO MG

Cruzeiro empata com o Náutico no fim e continua na zona de rebaixamento da Série B

26/10/2020 às 08:08h

Facebook

O Cruzeiro passou sufoco, mas arrancou empate no fim do jogo com o Náutico (1 a 1), neste domingo, no estádio dos Aflitos, em Recife, pela 18ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Mais uma vez, o time celeste não atuou bem - como tem sido em toda temporada. Vinícius abriu o placar para o time nordestino ainda no primeiro tempo. Aos 40 minutos da etapa final, Airton empatou o jogo.

Mesmo com o elenco mais caro da Segunda Divisão, a Raposa não consegue se encontrar em campo. Toda partida o filme é o mesmo. Como o jogo coletivo não flui, não há triangulações e rápidas trocas de passes em direção ao gol. Durante os 90 minutos, as chances de balançar as redes são raras. O gol celeste saiu no abafa no fim do jogo.

Com o resultado, o time celeste permaneceu na 18ª posição, com 17 pontos. Considerada favorita na Série B, a equipe estrelada vive um drama e corre risco de cair para a terceira divisão do futebol nacional. O fato positivo é que o técnico Felipão ainda não perdeu no comando do time - venceu o Operário (1 a 0) na estreia e empatou neste domingo.

No encerramento do turno, o Cruzeiro enfrenta o Paraná, na próxima sexta-feira, às 21h30, no Mineirão. Já o Náutico visita o CSA no sábado, às 21h, no estádio Rei Pelé.

A partida começou com os dois times com dificuldades de encaixar jogadas ofensivas. O Cruzeiro trabalhou muito a bola na defesa, mas não conseguiu sair de trás. Com dificuldade de construir ações ofensivas, a melhor chance celeste nasceu em um chute de fora da área. Aos 11', Arthur Caíke soltou a pancada de fora da área. O goleiro Jefferson espalmou para escanteio.

No primeiro ataque de perigo, o Náutico abriu o placar. Com pouca pressão da defesa, o atacante Vinícius pegou a bola no lado direito da defesa do Cruzeiro, levou para o meio e arriscou chute rasteiro de fora da área. A bola entrou no canto direito do goleiro Fábio: 1 a 0. Depois do gol, a melhor chances foi do time pernambucano. Aos 32', Kieza ganhou de Cacá após lançamento longo e chutou desajeitado. A bola passou por Fábio, mas Ramon afastou o perigo.

O Náutico voltou melhor no segundo tempo. Aos 11 minutos, Erick quase ampliou. O atacante foi lançado e contou com o erro de Ramon, que não acompanhou o quique da bola. Com isso, Erick chutou na saída de Fábio. O goleiro defendeu, mas a redonda só não entrou porque Cacá tirou o que seria o segundo gol alvirrubro.

Aos 22 minutos, um lance que ilustra bem a fase desesperadora do Cruzeiro. O jovem volante Jadsom, de 19 anos, pegou rebote após cruzamento e arriscou. A bola passou longe da meta de Jefferson. Do banco, Felipão reclamou. "Não adianta chutar quase do meio-campo". Desorganizado, o time celeste conseguiu fazer seu gol no abafa. Jogadores que entraram no segundo tempo participaram do melhor lance celeste na partida. Patrick Brey recebeu na ponta esquerda e cruzou na cabeça de Airton, que desviou para o gol: 1 a 1.

NÁUTICO 1 X 1 CRUZEIRO

Fonte: Super Esportes

Foto: Gustavo Aleixo / Cruzeiro

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: