Capa da Página Juninho, do América, vê concorrência mais forte por título do Mineiro com contratações de rivais - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 10º MIN 32º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

AMÉRICA MG

Juninho, do América, vê concorrência mais forte por título do Mineiro com contratações de rivais

13/07/2020 às 09:08h

Facebook

O Campeonato Mineiro recomeça no dia 26 de julho com mudanças no elenco da maioria das equipes após o período de paralisação em função da pandemia do novo coronavírus. O volante Juninho acredita que o líder América, com 21 pontos, terá concorrência mais forte pelo título da competição.

“Aumenta sim. O Cruzeiro vem contratando, o Atlético não precisa nem falar. O Tombense também estava na briga. A gente não ganhou título, a gente está na frente porque nós nos colocamos nessa posição. Então, acredito que será bem disputado, será da forma que queríamos. Ninguém queria que o campeonato acabasse e desse o título para o time que estivesse na frente. A gente quer que o campeão saia dentro de campo e a melhor equipe que souber enfrentar as dificuldades e vencê-las se torne o campeão”, disse à TV Coelho.

O primeiro jogo do Coelho no retorno da competição será o clássico contra o rival Atlético. Os clubes se enfrentarão no dia 26 de julho, em jogo válido pela 10ª rodada. A princípio, a partida está marcada para o Independência, mas é preciso o aval da prefeitura de Belo Horizonte para a confirmação do duelo.

O próximo adversário do América é um dos times que mais se reforçaram durante o período de pausa em função da pandemia. Com a ajuda de parceiros como o empresário Rubens Menin, um dos fundadores da MRV Engenharia, e do banco BMG, o clube alvinegro investiu R$ 85 milhões.

O América, por sua vez, manteve a base da equipe do início do ano. A diretoria alviverde trouxe o zagueiro Anderson, ex-Bahia. O jovem atacante Kawê, de 18 anos, foi integrado ao elenco principal. Lisca ainda estuda a integração de outros jogadores.
 
Já o Cruzeiro contratou quatro reforços até o momento. O atacante Guilherme Mendes, o lateral-direito Raúl Cáceres, o meia Régis e o meia-atacante Claudinho.
 
Confiança

O América ainda não perdeu durante esta temporada. O time alviverde soma sete vitórias e cinco empates em 12 jogos - um aproveitamento de 72,22%. Para Juninho, o período de paralisação foi positivo para o grupo. Ele acredita que a confiança entre os jogadores está ainda maior.

“Será bem disputado pelo fato deles se reforçarem, mas também foi um tempo bom para nós. Um tempo que eu acredito que até a confiança aumentou entre nós. Já estava grande e até aumentou. A torcida pode ter certeza que o América vai brigar forte esse ano”, completou.
 
O Campeonato Mineiro foi paralisado na nona rodada, no dia 15 de março, devido à pandemia do novo coronavírus no Brasil. A classificação tem o América como líder, com 21 pontos, seguido por Tombense, 20, Atlético, 18, e Caldense, 17. O Cruzeiro é o quinto, com 14. Na sequência aparecem: 6º) Patrocinense - 12; 7º) Uberlândia - 11; 8º) URT - 11; 9º) Boa Esporte - 8; 10º) Coimbra - 7; 11º) Villa Nova - 4; 12º) Tupynambás - 3.

Fonte: Super Esportes

Foto: João Zebral/América

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: