Capa da Página Presidente do Atlético deseja sorte a Sérgio Rodrigues e alfineta Cruzeiro: Vai jogar com Luverdense - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 15º MIN 29º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

ATLÉTICO MG

Presidente do Atlético deseja sorte a Sérgio Rodrigues e alfineta Cruzeiro: 'Vai jogar com Luverdense'

26/05/2020 às 09:24h

Facebook

O presidente do Atlético, Sérgio Sette Câmara, alfinetou o Cruzeiro em entrevista à Rádio 98FM. O mandatário disse que o clube celeste jogará com Luverdense, CSA e Oeste, em resposta ao comentário de Sérgio Rodrigues, que afirmou que o alvinegro não é o ‘grande rival’ da Raposa.

“Só um detalhe. Não vou deixar de dar minha alfinetada. Isso só pode acontecer, hoje, no Campeonato Mineiro. Vi ele falando que o adversário dele não seria o Atlético, seriam Grêmio, São Paulo. Ele ainda está comemorando, lutou tanto para isso. Mas tem que falar com ele que o Cruzeiro vai jogar é com Luverdense, CSA, Oeste. Quem vai jogar com São Paulo, Grêmio, é o Atlético. E, pelo que estou vendo aí, durante um bom tempo”, disse Sette Câmara.

Sérgio Rodrigues foi eleito novo presidente do Cruzeiro ao lado dos vices Lidson Potsch Magalhães e Biagio Pelluso para mandato que terá duração de sete meses - 1º de junho a 31 dezembro de 2020. Sette Câmara ressaltou que os dirigentes têm boa relação e que são adversários somente em campo.

“A gente tem uma ótima relação, eu o cumprimentei depois que foi eleito. Temos que ter em mente que somos adversários ferrenhos em campo, mas não somos inimigos. E o exemplo que os diretores, presidentes, dirigentes dos clubes de futebol dão fora de campo não podem passar de uma gozação, de uma brincadeira, que é legal, enriquece a rivalidade. Não a violência. Violência fora”, completou o mandatário.
Clássico com torcida dividida?
O presidente Sérgio Sette Câmara sinalizou a vontade de retomar as conversas com o mandatário celeste a respeito do clássico com torcida dividida. O dirigente do Atlético se colocou à disposição de Sérgio Rodrigues para discutir o assunto.

“Desde que tomei posse, fui a favor da volta dos jogos com torcida dividida. Infelizmente as coisas não fluíram como eu gostaria. Uma parte disso se deve a meia dúzia de vândalos, que nos jogos que ainda tínhamos as torcidas 90% e 10%, entraram em conflito. Quem sabe, com ele aí e a gente conversando, se acertando com relação a esse procedimento, sem querer esperteza, que foi o que acabou me desanimando quando a gente foi tentar fazer isso. Do lado de lá, foi muita coisa que a gente via que era esperteza. Se ele tiver, também estou disposto”.

“A gente vai estar sempre sentando, conversando. Na hora do jogo, aí sim, queremos passar por cima, ganhar e tudo mais. Mas tudo dentro de um nível que faça com que o torcedor de bem, as famílias, as pessoas que gostam do espetáculo, possam frequentar o estádio, torcer, gritar por seu time, vaiar, xingar, o que todo mundo está acostumado a fazer, que é tão gostoso, que faz com que a gente se apaixone pelo futebol. Quem sabe com ele lá, a gente possa conseguir isso. Já tinha uma boa relação com o pessoal que assumiu no começo do ano, o núcleo gestor, pessoas de bem também. Agora, com o Sérgio à frente, espero continuar esse diálogo, e que a gente possa ter, em breve, essa situação”.
 
Ainda não há data definida para o retorno das competições esportivas no Brasil e em Minas Gerais. A Federação Mineira de Futebol (FMF) aguarda o parecer das autoridades públicas para discutir o retorno do Campeonato Mineiro.  

Fonte: Super Esportes

Foto: Pedro Souza/Atlético

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: