Capa da Página Jogadores avaliam intensidade de primeiros treinamentos de Rogério Ceni no Cruzeiro - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 13º MIN 37º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

CRUZEIRO MG

Jogadores avaliam intensidade de primeiros treinamentos de Rogério Ceni no Cruzeiro

16/08/2019 às 09:00h

Facebook

Treinos curtos e intensos. Essa é a avaliação dos jogadores do Cruzeiro das primeiras atividades sob o comando de Rogério Ceni, ao menos na parte em que a imprensa pôde acompanhar. O time se prepara para enfrentar o Santos, às 16h de domingo, no Mineirão, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro.

“Bem. É diferente do que estávamos fazendo. Ele já falou que vai ser desse jeito. Acho que nessa semana deu para perceber o trabalho dele. Tomara que peguemos rápido o jeito e a ideia do treinador para, no domingo, fazer o que ele tem como ideia”, afirmou o volante Ariel Cabral.

Uma das recomendações de Ceni, segundo Cabral, é que todos os atletas participem do processo de construção de ataques e, ao mesmo tempo, atuem na recomposição. “Conversou com todo mundo, defensores, meio-campistas, atacantes. A ideia dele é que todo mundo vai defender e atacar. Os jogadores vão usar opções de jogo, todos vão querer a bola e atacar. Essa é a ideia que ele tem”.

O argentino espera que a filosofia seja compreendida o mais rápido possível, a começar pelo jogo contra o Santos. “Claro que o tempo é muito curto, mas estamos trabalhando para fazer o melhor jogo, pois precisamos da vitória. Acho que alguma mudança vai acontecer no domingo”.

Além do “choque” no elenco causado pela troca de comando, a própria situação do Cruzeiro, 17º colocado no Campeonato Brasileiro (11 pontos), serve de incentivo. O zagueiro Leo citou “incômodo” com a situação e “superação” para buscar a vitória sobre o Santos, líder da competição, com 32 pontos.

“A gente sabe a grande importância de toda de toda equipe analisar aquilo que a gente vem fazendo e implantar o que o Rogério tem como ideia. E a questão da superação, de poder reverter esse quadro. Esse é o grande objetivo nosso como equipe, para que a gente consiga vencer, independentemente de qualquer coisa. Independentemente de toda essa mudança, o nosso incômodo em relação à situação. Isso é o fator crucial para que a gente consiga mudar essa história, já buscando no próximo jogo uma nova vitória”.

Nesta quinta-feira, Rogério Ceni dividiu o grupo do Cruzeiro em três na parte do treino aberta aos jornalistas. Ele cobrou movimentação constante, trocas rápidas de passes e marcação sob pressão. Depois, o comandante fechou o treinamento para ajustar a parte tática. Os desfalques foram Rodriguinho, em recuperação de cirurgia na região lombar; Weverton, com edema na coxa direita; e Sassá, liberado para acompanhar o nascimento do filho.

Rogério só divulgará a escalação do Cruzeiro no Mineirão. Um possível time teria Fábio; Orejuela, Dedé, Leo e Egídio; Henrique e Ariel Cabral; Robinho (Marquinhos Gabriel), Thiago Neves e Pedro Rocha; Sassá (Fred). Na Série A, a Raposa não ganha há 11 jogos (cinco empates e seis derrotas). O último triunfo foi sobre o Goiás, por 2 a 1, no Mineirão, em 5 de maio.

Fonte: Super Esportes

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: