Capa da Página Sina de pelo menos dois gols desafia Galo mais uma vez - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 16º MIN 30º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

16/04/2015

Sina de pelo menos dois gols desafia Galo mais uma vez

Facebook

Um placar bastante familiar ao Atlético em conquistas épicas do clube mais uma vez desafia o time. Somente uma vitória por dois ou mais gols de diferença sobre o Colo Colo, quarta-feira que vem, no Independência, salva o Galo na Copa Libertadores deste ano.

O cenário foi novamente montado após a derrota por 1 a 0 para o Atlas, em Guadalajara, complicando os planos de classificação às oitavas de final.

Na Libertadores de 2013, o Atlético precisou alcançar a diferença de dois gols na semifinal contra o Newell’s Old Boys e na decisão contra o Olímpia, depois de perder os jogos de ida por 2 a 0. O Galo devolveu o 2 a 0 e chegou ao título nos pênaltis. A torcida criou o lema "Eu acredito."

No ano passado, o Alvinegro se viu em situação semelhantes na caminhada rumo à taça da Copa do Brasil. Nas quartas de final e na semifinal, o time perdeu por 2 a 0 para Corinthians e Flamengo, respectivamente. No Mineirão, a equipe levou o primeiro gol, mas encontrou forças para viradas históricas por 4 a 1.

O técnico Levir, que comandou o time na Copa do Brasil, confia no poder de superação do Atlético: “Eu tenho certeza que dá para conseguir. Agora, realmente vai ser daqueles jogos do Atlético. Aqueles jogos decisivos que temos de estar em alto nível competitivo. É possível, temos condição e vamos tentar reverter esse resultado que tivemos aqui.”

Já o atacante Luan, que vivenciou as viradas na Libertadores e Copa do Brasil, ressalta: “Só nos resta a vitória de dois, três gols. É descansar, o jogo contra o Atlas foi muito desgastante, gramado pesado. Quem está de fora acha que a gente deu moleza, mas a gente lutou, tivemos chances de empatar, virar”, diz.

O apoio da torcida no Independência será essencial: “A torcida quando empurra, o time se fortalece. A gente não tem que lamentar essa derrota e sim levantar a cabeça e ver onde errou.”

Antes o Galo tem outro importante compromisso pelo Campeonato Mineiro. No domingo, no Mineirão, o time precisa vencer o arquirrival Cruzeiro para chegar à final da competição.

Fonte: Superesportes

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: