Capa da Página Atlético enfrentará Remo na terceira fase da Copa do Brasil - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 12º MIN 25º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

ATLÉTICO MG

Atlético enfrentará Remo na terceira fase da Copa do Brasil

24/04/2021 às 08:00h

Facebook

Sorteio realizado nesta sexta-feira pela CBF definiu o Remo como adversário do Atlético na Copa do Brasil. Por ser um dos representantes do país na Copa Libertadores, o Galo entrou diretamente na terceira fase da competição nacional, enquanto o clube paraense superou nas duas primeiras etapas Esportivo-RS (2 a 0) e CSA (6 a 5, nos pênaltis, após 1 a 1 no tempo normal).

As partidas de ida e volta serão disputadas em Belém e Belo Horizonte, respectivamente. Em caso de dois empates ou vitória e derrota pela mesma diferença de gols, o classificado sairá nos pênaltis. A CBF definiu duas datas prévias para a terceira fase: 2 e 9 de junho.

Segundo dados do Galo Digital, o Atlético enfrentou o Remo 17 vezes na história. Foram 10 vitórias, cinco empates e apenas duas derrotas, com 41 gols marcados e 19 sofridos. O artilheiro alvinegro no duelo é Reinaldo Rosa, com quatro tentos entre 1993 e 1994. Nessa época, o time da Região Norte disputou a primeira divisão do Campeonato Brasileiro.

Na Copa do Brasil, os clubes se encontram pela terceira vez. Em 1994, pelas oitavas de final, o Atlético avançou com vitória por 2 a 0, em BH, após revés por 2 a 1 em Belém. Nas quartas, o Galo foi eliminado diante do Vasco. Já em 1997, pela primeira fase, houve empate por 3 a 3, no Pará, e triunfo alvinegro por 3 a 2, em Minas Gerais. A equipe mineira acabou eliminada pelo Corinthians nas oitavas.

Atlético e Remo também duelaram na Série B do Brasileiro de 2006. No turno, o Galo ganhou por 3 a 1, no Mineirão, gols de Bilu, Marinho e Dinélson - Landu descontou para os visitantes. No returno, o Leão levou a melhor no Mangueirão: 2 a 1.

No Paraense, o Remo é líder do Grupo B, com 17 pontos em sete jogos (5 vitórias e 2 empates). Um velho conhecido do Atlético no elenco azulino é Renan Oliveira, cria das categorias de base e autor de 27 gols em 112 partidas pelo time principal. Felipe Gedoz, ex-parceiro de Arrascaeta no Defensor do Uruguai, também faz parte do grupo dirigido por Paulo Bonamigo, técnico do Galo em 2004. Na temporada passada, o Leão subiu à Série B de 2021 após terminar a terceira divisão como vice-campeão.

A CBF pagará R$1,7 milhão em premiação para cada clube participante da terceira fase da Copa do Brasil. Quem avançar às oitavas de final acrescentará R$2,7 milhões aos cofres. Caso o Atlético conquiste o título, o valor acumulado será de R$71,15 milhões, sendo R$56 milhões exclusivamente pela vitória na final.

Fonte: Super Esportes

Foto: Ramon Lisboa/EM D.A Press

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: