Capa da Página Felipe Azevedo, do América, aposta em novo clássico quente contra Cruzeiro - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 6º MIN 24º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

AMÉRICA MG

Felipe Azevedo, do América, aposta em novo clássico quente contra Cruzeiro

06/05/2021 às 08:00h

Facebook

Peça fundamental no esquema tático do técnico Lisca no América, o atacante Felipe Azevedo crê em mais um clássico 'quente' contra o Cruzeiro pela semifinal do Campeonato Mineiro, a exemplo do que ocorreu no Mineirão, no último domingo, quando o Coelho venceu por 2 a 1, de virada.

O segundo duelo está marcado para domingo, às 16h, no Independência, e vale uma vaga na final. O Coelho pode até perder por um gol de diferença.

O primeiro clássico foi marcado por algumas discussões do técnico Lisca com jogadores do Cruzeiro. Inicialmente, com o atacante Bruno José. Já na reta final, com o goleiro Fábio. Logo após os gols do América, marcados pelo meia Alê e pelo atacante Ademir, o treinador americano ainda se dirigiu ao banco de reservas do rival.

Lisca alegou que foi provocado antes por um integrante da comissão técnica celeste. O atacante Rafael Sobis, amigo de Lisca desde os tempos de Internacional, chegou a intervir e questionar a revolta do treinador do América.

De acordo com Felipe Azevedo, novas provocações certamente acontecerão dentro de campo pela rivalidade e pela confusão ocorrida no Mineirão.

“Com certeza vai ter (provocações). A rivalidade já está aí deste a temporada passada na Série B, onde nós vencemos no Mineirão e perdemos no Independência, em um jogo bem polêmico, com um pênalti.  Nós conseguimos o objetivo maior, que era o acesso (à Série A) no ano passado, chegamos em uma fase muito importante da Copa do Brasil (semifinal) e isso acaba incomodando um pouquinho à equipe adversária, a gente sabe disso. Sabemos que as provocações vão acontecer, mas estamos bem tranquilos, isso faz parte do jogo, todos querem passar de fase”, afirmou Azevedo.

Homem de confiança de Lisca, Felipe Azevedo também deu a ‘receita’ para o América conseguir administrar bem a vantagem construída no jogo de ida da semifinal do Estadual. Segundo ele, o Coelho terá que manter a concentração durante os 90 minutos restantes até a final e não poderá relaxar de maneira alguma.

“Neste momento, o principal é usar a experiência que nosso grupo tem. Somos jogadores rodados que já passamos por esta circunstância em outras oportunidades. Nós, que somos mais velhos, temos que puxar isso e conscientizar a rapaziada mais nova para não relaxar de maneira alguma. Além disso, temos um comandante que não deixaria isso acontecer de maneira alguma”, pontuou.

Elogios ao técnico adversário

Felipe Azevedo também elogiou o técnico Felipe Conceição, do Cruzeiro. Para o atacante do América, o comandante do time celeste tem uma ligeira vantagem nas mãos por conhecer de perto o elenco americano. O jovem treinador, de 41 anos, esteve à frente do Coelho em 31 jogos entre 2019 e 2020.

“O Felipe é um cara que eu conheço há muito tempo, tive a oportunidade de jogar com ele quando eu estava começando a minha carreira e ele estava no final da dele. Quando eu cheguei aqui (no América), em 2019, eu fiquei muito surpreso com o começo dele como treinador, de como ele conseguiu dar um padrão para a nossa equipe naquele ano”, disse.

“Ele tem muitos conceitos, é muito inteligente e conhece muitos jogadores da nossa equipe, então leva um pouquinho de vantagem nesse quesito. Mas é bom também, porque do lado de cá nós temos o Lisca, que é um cara muito inteligente e que pode usar isso ao contrário para tentar surpreender o Felipe. Quando ele achar que será algo convencional podemos preparar algo diferente para surpreendê-lo”, concluiu Azevedo.

Fonte: Super Esportes

Foto: Mourão Panda / América


Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: