Capa da Página América amarga queda de rendimento após acesso e terá de secar a Chape - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 20º MIN 29º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

25/01/2021 às 09:23h

América amarga queda de rendimento após acesso e terá de secar a Chape

Facebook

O América caiu de rendimento na Série B do Campeonato Brasileiro após garantir o acesso à elite do futebol nacional. Foram quatro empates nos últimos cinco jogos, o que custou a liderança da competição para a Chapecoense. Para seguir sonhando com o título, o Coelho precisa torcer por um tropeço dos catarinenses.

As equipes ocupam as duas posições mais altas da tabela, com 70 pontos cada. O Verdão do Oeste, porém, leva vantagem no número de saldo de gols (21 x 19) e assegura a primeira colocação. A Chape entra em campo nesta segunda-feira, a partir das 17h, diante do Operário-PR, no Germano Kruger, em Ponta Grossa.
 
Em caso de empate ou derrota dos catarinenses, a decisão do título ficará para a última rodada da Série B. Com isso, o América tem que secar a Chapecoense para manter viva as pretensões do tricampeonato da Segunda Divisão. Os mineiros conquistaram o feito em outras duas ocasiões: 1997 e 2017.
 
Na rodada decisiva da Segundona, o América enfrentará o Avaí na próxima sexta-feira, às 21h30, no Independência. Já a Chape encara o Confiança no mesmo dia e horário, na Arena Condá.
 
Queda de rendimento do América


O América garantiu o acesso à elite ao empatar com o Náutico por 0 a 0, nos Aflitos, pela 34ª rodada da Série B. Desde então, os mineiros tiveram queda na produção ofensiva e perderam a oportunidade de depender somente de si para chegar ao título da competição nacional.
 
O baixo rendimento na reta final da temporada e o pouco poder de decisão do ataque americano ligou um alerta no clube. Para poder disputar a Série A 2021, a comissão técnica e a diretoria avaliarão internamente os pontos fracos do atual elenco.
 
“Fica claro que precisa de evolução e reformulação na equipe para se jogar uma Série A. A gente fica triste por deixar a desejar na hora das decisões, mas vamos trabalhar em cima dessa mudança de perfil tanto emocional quanto psicológico e tanto técnico quanto tático, porque o América precisa de muito mais na Série A. [...] O América vai precisar se reinventar se quiser permanecer na Série A”, avaliou Lisca em coletiva após o empate com o Confiança.
 
Na atual edição da Série B, o trio composto por Ademir, Rodolfo e Felipe Azevedo foram responsáveis por 41,46% dos gols da equipe no torneio de pontos corridos. Ao todo, o América balançou a rede em 41 ocasiões até o momento na Segundona.

Fonte: Super Esportes

Foto: Fernando Almeida/América

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: