Capa da Página Cruzeiro é dominado pelo Flu e perde no Rio pelas oitavas da Copa do Brasil - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 8º MIN 24º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

CRUZEIRO MG

Cruzeiro é dominado pelo Flu e perde no Rio pelas oitavas da Copa do Brasil

24/06/2022 às 07:02h

Facebook

As diferenças técnicas e de investimento ficaram marcadas na noite desta quinta-feira (23), quando o Fluminense dominou e derrotou o Cruzeiro por 2 a 1, no Maracanã, no Rio de Janeiro. Com o resultado, o Tricolor pula na frente da disputa por uma vaga nas quartas de final da Copa do Brasil.

Manoel e Cano marcaram para os donos da casa, enquanto Oliveira balançou a rede para a Raposa. Aos 38' do primeiro tempo, o Cruzeiro ainda ficou sem o lateral-direito Geovane, que foi expulso após falta dura em Nonato. Com um a menos em toda etapa final, os mineiros precisaram mostrar superação física.

O duelo de volta já tem data marcada: será em 12 de julho (terça-feira), às 21h, no Mineirão. Para avançar, o time celeste precisa ganhar por dois ou mais gols de diferença. Vitória por um gol levará a disputa para os pênaltis. Empate dá classificação ao Fluminense. Gol fora não é mais critério de desempate na competição. 

Agora, o Cruzeiro volta suas atenções para a Série B do Campeonato Brasileiro. Diferentemente de seus adversários, o time celeste não jogará pela 14ª rodada. Em função da agenda apertada, o jogo diante do Ituano foi remarcado para 5 de julho (terça-feira), às 19h, no estádio Novelli Júnior, em Itu.

Na próxima terça-feira (28), a Raposa entra em campo pela 15ª rodada. O adversário será o Sport, em duelo marcado para as 21h30, no Mineirão. Mais de 25 mil torcedores celestes já garantiram ingressos para a partida e prometem mais uma grande festa em Belo Horizonte. 

Primeiro tempo

O Cruzeiro provou de seu próprio veneno nos 45 minutos iniciais no Maracanã. Se na Série B, competição em que é líder isolado, o time de Paulo Pezzolano consegue controlar a posse e pressionar os adversários na maioria das partidas, nesta quinta-feira foi o Fluminense que amassou a Raposa.

Intenso e agressivo, o Tricolor quase marcou pela primeira vez logo aos 2'. Após cobrança de escanteio, Cano finalizou de dentro da área, e Bidú salvou em cima da linha. Aos 17', o atacante argentino balançou a rede, mas o gol acabou anulado já que Luiz Henrique estava em posição de impedimento na origem da jogada.

Aproveitando o nervosismo do Cruzeiro e o grande volume de passes errados (49 no primeiro tempo), o Fluminense ampliou o domínio do jogo. Aos 38', Geovane foi expulso por falta dura - e até certo ponto infantil - em Nonato na linha central do campo. Aos 45', Manoel - fazendo valer a 'lei do ex' - recebeu de Ganso na grande área e cabeceou a bola sem chances para Rafael.1 a 0

Muito melhor no jogo, o Fluminense não diminuiu seu ímpeto. Com um a mais, seguiu buscando ampliar o placar. Aos 51', quando nenhuma projeção indicava, o Cruzeiro surpreendeu. Zé Ivaldo testou do meio do campo na tentativa de surpreender Fábio. O goleiro espalmou a bola para fora e gerou o escanteio. Na cobrança, Machado serviu Oliveira, que finalizou de cabeça para o fundo da rede.1 a 1.

Antes dos dois gols, o Cruzeiro reclamou muito de erros do árbitro André Luiz de Freitas Castro. Aos 11', ele deixou de dar vantagem após falta do Fluminense. Edu sairia livre, na cara do gol. Já aos 46', Fábio pegou a bola de mão fora da área, mas o juiz não viu irregularidade no lance.

Segundo tempo 

Se no 11 contra 11 o Fluminense se impôs sobre o Cruzeiro, com um jogador a mais fez duelo de ataque contra defesa. Os mineiros conseguiram suportar nove minutos. Aos 10', Arias foi à linha de fundo pelo lado direito de ataque, cruzou na medida para Cano que, livre de marcação, cabeceou sem chances para Cabral.

2 a 1

Se defendendo em bloco baixo, bem diferente do modelo de Pezzolano, o Cruzeiro praticamente abdicou de atacar. Pressionado, viu André acertar o travessão aos 23'. O goleiro cruzeirense ainda foi exigido em outras tentativas do Fluminense, mas se mostrou seguro nos chutes de média distância e também à queima-roupa.

Em sua única chance na segunda etapa, o Cruzeiro desperdiçou com Vitor Leque, aos 44'. O atacante recebeu de Edu, mas chutou para fora. Pelos pés de John Kennedy e Arias, o Fluminense ainda tentou ampliar na reta final, mas sem sucesso. André Freitas Castro apitou o fim da partida aos 51'. O placar de 2 a 1 acabou positivo para os mineiros pelo contexto da partida no Maracanã.

FLUMINENSE 2X1 CRUZEIRO

Fonte: Super Esportes

Foto: Rádio Espacial / Montagem


Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: