Capa da Página Cruzeiro marca no início, bate Sampaio Corrêa e volta a vencer na Série B - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 20º MIN 29º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

CRUZEIRO MG

Cruzeiro marca no início, bate Sampaio Corrêa e volta a vencer na Série B

09/01/2021 às 07:54h

Facebook

O Cruzeiro marcou logo aos 3’ e venceu o Sampaio Corrêa por 1 a 0 na noite desta sexta-feira, no Castelão, em São Luís (MA). Apesar do resultado, o time celeste voltou a encontrar muitas dificuldades na maior parte do jogo. No início do segundo tempo, ainda precisou de nova organização após a expulsão de William Pottker, autor do único gol da partida válida pela 33ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o Cruzeiro volta a vencer após quatro jogos e alcança a 11ª colocação da tabela, com 44 pontos. O time de Felipão tem oito a mais que o Figueirense, primeiro clube da zona de rebaixamento. O CSA abre o G4 da Série B, com 52 pontos.

Sem muito tempo para descanso, o Cruzeiro já retorna a Belo Horizonte neste sábado. No domingo pela manhã, o grupo se reapresenta na Toca II para iniciar a preparação para o duelo diante do Oeste, na próxima quarta-feira, às 21h30, no Independência. O Sampaio Corrêa, por sua vez, medirá forças com o Botafogo-SP, em Ribeirão Preto, às 19h15 de terça-feira.

O jogo

Logo aos 3’, o Cruzeiro abriu o placar do Castelão. A equipe celeste recuperou a bola no meio-campo, e Giovanni, em passe preciso, encontrou Airton infiltrando pelo lado esquerdo. Novidade na escalação celeste, ele cruzou rasteiro para William Pottker, que após movimentação decisiva só teve o trabalho de balançar a rede. 1 a 0.

Como de costume, o Cruzeiro recuou aos poucos após o gol marcado. Entregou a bola ao Sampaio Corrêa - que teve 63% de posse na etapa inicial - e passou a buscar os contra-ataques. Sem repertório ofensivo, no entanto, os donos da casa não conseguiram criar volume. As únicas chances foram aos 33’, quando Fábio operou milagre em tentativa de Robson, e aos 44’, com Caio Dantas pelo alto. Matheus Pereira salvou na linha do gol.

Reforçando a estratégia de resguardar o setor defensivo, Luiz Felipe Scolari mudou a formação na volta do intervalo. Na vaga de Giovanni, ele optou pela entrada de Jadsom Silva, preenchendo uma linha de três volantes. A ideia do treinador, no entanto, foi prejudicada pela atitude infantil do atacante William Pottker.

Aos 4', o atacante levou cartão amarelo por isolar a bola quando o jogo estava paralisado. No minuto seguinte, foi novamente advertido por reclamação e acabou expulso pelo árbitro Paulo Henrique Schleich Vollkopf. Felipão a estratégia imediatamente e mandou seus jogadores se organizarem no esquema 4-1-3-1. Wellinton entrou na vaga de Rafael Sobis.

Como se não bastasse a expulsão de Pottker, o Cruzeiro ainda teve dois problemas de lesão. O zagueiro Cacá e o lateral-esquerdo Matheus Pereira deixaram a partida sentindo dores e deram lugar para Paulo e Patrick Brey. O time celeste ficou totalmente recuado na parte final do jogo.

Muito pobre ofensivamente, o Sampaio Corrêa, mesmo com um jogador a mais e maior posse de bola, não conseguiu criar chances claras de empatar a partida. Fábio precisou trabalhar em apenas uma oportunidade, aos 43', quando Caio Dantas finalizou da meia-lua. A pressão desorganizada na reta final não foi traduzida em gols. Assim, o Cruzeiro voltou a vencer na Série B após quatro jogos sem resultados positivos.
 
SAMPAIO CORRÊA 0X1 CRUZEIRO


Fonte: Super Esportes

Foto:  Bruno Haddad/Cruzeiro

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: