Capa da Página Vacinação contra a gripe em Minas está abaixo da média nacional - Destaques - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 20º MIN 27º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Destaques

19/05/2015

Vacinação contra a gripe em Minas está abaixo da média nacional

Facebook

A quantidade de pessoas vacinadas na Campanha contra a Gripe em Minas Gerais está abaixo da média nacional. Enquanto no Brasil, cerca de 30% do público-alvo já recebeu a dose, apenas 25% dos mineiros receberam o medicamento. A mobilização está programada para acabar na próxima sexta-feira (22). Porém, o Ministério da Saúde pode prorrogar a ação.

Um balanço do Ministério da Saúde divulgado nesta segunda-feira (18) mostra que foram aplicadas em Minas 1.030.800 doses, enquanto a meta da população prioritária é de 4.099.373. A meta é vacinar 80% do público.

Na região Sul e Sudeste, Minas Gerais perde o percentual de vacinação apenas para o Rio de Janeiro, que está com 20,48% . Já a nível nacional, são 11 Estados com cobertura inferior a Minas. O último no ranking é Roraima, com só 13,02% atingido. A melhor situação é do Rio Grande do Sul, com 48%.

Segundo o Ministério da Saúde, mais de 54 milhões de doses da vacina estão sendo disponibilizadas aos estados e municípios para garantir a proteção de cerca de 49,7 milhões de pessoas. A vacina protege contra os três subtipos do vírus da gripe determinados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para este ano (A/H1N1; A/H3N2 e influenza B). O período de maior circulação da gripe vai de final de maio a agosto.

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, reforça a importância de se vacinar no período de realização da campanha. “Agora é a hora de se vacinar e se proteger no inverno. Após a vacinação, o corpo leva duas a três semanas para gerar os anticorpos necessários para a proteção”, alerta. A vacina é segura e uma das medidas mais eficazes de prevenção a complicações e casos graves de gripe. Estudos demonstram que a vacinação pode reduzir entre 32% e 45% o número de hospitalizações por pneumonias e de 39% a 75% a mortalidade por complicações da influenza.

Público-alvos
Desde 4 de maio, a 17ª Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe, que tem como slogan “Contra a gripe, seu escudo é a vacinação, tem circulado para reforçar o conceito de proteção. A vacina está disponível para crianças de seis meses a menores de cinco anos; pessoas com 60 anos ou mais; trabalhadores de saúde; povos indígenas; gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto); população privada de liberdade; funcionários do sistema prisional e pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis ou com outras condições clínicas especiais.

Para a campanha, estão sendo mobilizados em todo o país 240 mil profissionais, que atuarão em 65 mil postos de vacinação e contarão com o apoio de 27 mil veículos (terrestre, marítimo e fluvial). É importante levar o cartão de vacinação e o documento de identificação para receber a dose. As pessoas com doenças crônicas ou com outras condições clínicas especiais também precisam apresentar prescrição médica especificando o motivo da indicação da vacina.

Pacientes cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do Sistema Único de Saúde deverão se dirigir aos postos em que estão registrados para receberem a dose, sem necessidade de prescrição médica.

Fonte: Hoje em Dia

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: