Capa da Página Infectologista tira dúvidas sobre o sarampo e alerta sobre vacinação - Notícias - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 18º MIN 27º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias

15/10/2019 às 08:50h

Infectologista tira dúvidas sobre o sarampo e alerta sobre vacinação

Facebook

O sarampo é uma doença infectocontagiosa provocada por um Morbilivirus e transmitida por secreções das vias respiratórias como gotículas eliminadas pelo espirro ou pela tosse.

O período de incubação, ou seja, o tempo entre o contágio e o aparecimento dos sintomas, é de cerca de 12 dias, mas a transmissão pode ocorrer antes do aparecimento dos sintomas e estender-se até o quarto dia depois que surgiram placas avermelhadas na pele.

O sarampo é uma doença potencialmente grave. Em gestantes, pode provocar aborto ou parto prematuro. E sobre o assunto, a reportagem do JC Notícias conversou com o médico infectologista Pedro Vilaça, o qual responde algumas dúvidas frequentes dos pacientes:

Clique e ouça Pedro Vilaça

Douto Pedro Vilaça também alerta sobre os perigos em relação ao sarampo e com relação a importância da vacinação:

Clique e ouça Pedro Vilaça

A vacina no Brasil é recomendada em duas doses: aos 12 meses com a vacina tríplice viral (sarampo-caxumba-rubéola) e aos 15 meses com a quádrupla viral (sarampo-caxumba-rubéola-varicela).

É uma vacina de vírus vivo e em geral dada como parte da tríplice (sarampo, rubéola e caxumba). Há necessidade de repetir a vacinação aos cinco anos.

Todos devem ser vacinados, todas as crianças, adultos que não foram vacinados e não tiveram sarampo.

A etapa da campanha voltada para as crianças segue até 25 de outubro, com Dia D confirmado para o próximo dia 19 quando as unidades de saúde e também a Policlínica funcionarão das 8h às 17h.

Por Igor Araújo


Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: