Capa da Página Namorada da cantora Joanna agride a mãe após desvios de dinheiro - Revista - ESPACIAL FM Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 12º MIN 26º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Notícias - Revista

24/11/2020 às 09:00h

Namorada da cantora Joanna agride a mãe após desvios de dinheiro

Facebook

A namorada da cantora Joanna foi acusada de agredir a própria mãe e de desviar dinheiro da própria família. Segundo informações divulgadas por Fabíola Reipert, no quadro A Hora da Venenosa, do Balanço Geral SP, desta segunda-feira (23), Karen Keldani teria brigado com a matriarca depois de ter sido descoberta pela família.

Imagens de segurança flagraram o momento em que Nely Keldani, de 66 anos, foi empurrada pela filha contra uma pilastra no prédio onde ela mora, no Rio de Janeiro. De acordo com Fabíola, a mãe de Karen precisou ser levada ao hospital, ficou internada 4 dias na UTI, teve convulsão, traumatismo craniano e sangramento interno no cérebro.

O irmão de Karen também disse para a produção do Balanço Geral SP que ela teria transferido mais de R$ 30 mil para a própria conta em um único mês. Ainda de acordo com o irmão, a namorada de Joanna usava o dinheiro desviado da família para fazer cirurgias plásticas, para bancar os próprios shows e para dar entrada em um apartamento para ela e para a cantora.

Em entrevista para Fabíola, Nely, que ainda se recupera da agressão, alegou que a filha mudou desde que começou a se relacionar com a cantora Joanna. Elas estão juntas desde 2018.

"A pessoa com quem a Karen está, é uma pessoa do mal. Desde que ela entrou na vida da gente, as pessoas mudaram o comprotamento, a gente só tem brigado uns com outros. A minha filha, que era um doce de pessoa, virou agressiva, malvada, deixou de me ajudar, de ser boa comigo. Começou a me maltratar a me bater, inclusive" declarou Nely, que falou sobre o dia da agressão.

"Ela veio aqui, eu tinha pedido para gente conversar, mas ela começou a brigar comigo no telefone... Eu desci para tentar conversar com ela, ela tirou o celular da minha mão, disse que eu estava gravando, enfim... Ela me deu um empurrão, me fez bater a cabeça na quina da pilastra. A Karen mudou da água pro vinho, aliás, do vinho pra água podre. Rezem pela minha filha, antes que ela acabe com a família inteira."

Karen, por sua vez, se defendeu, negou as agressões e disse que não teve intenção de machucar a mãe: "Um dos maiores mandamentos é honrar pai e mãe. Eu nunca bati em ninguém, não sou uma pessoa agressiva, quem me conhece sabe disso. Ela se desequilibrou e caiu, jamais tive a intenção de machucá-la. Lamento tudo isso,  não sou essa pessoa violenta".

Fonte: R7

Foto: Reprodução Instagram

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: