Capa da Página Anvisa aprova 8 novos testes diagnósticos para o coronavírus - Destaques - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 7º MIN 22º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Destaques

19/03/2020 às 07:22h

Anvisa aprova 8 novos testes diagnósticos para o coronavírus

Facebook

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou oito novos testes de coronavírus. Os produtos são para uso profissional durante a triagem e diagnóstico da doença. A medida será publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (19).

Os produtos estão divididos em dois grupos, os que usam amostras de sangue, soro ou plasma (6 deles) e os que retiram material das vias respiratórias (2). Os resultados deverão ser interpretados por um médico e com o auxílio de dados clínicos e laboratoriais. De acordo com a agência, a oferta e produção dos kits dependerá da capacidade de cada empresa que recebeu o registro.

Uma delas, a Eco Diagnóstica, diz que está entre os oito projetos aprovados. O teste rápido é feito com coleta de amostras por meio de um cotonete no nariz e garganta. A empresa aguarda a chegada de insumos da Coreia do Sul. José Artur Moreira Chaves, diretor comercial, diz que a capacidade de produção é de 40 mil testes por dia.

A Medlevensohn, empresa brasileira, protocolou um kit com o uso de sangue - uma picada no dedo faz a retirada, e o reagente mostra a presença do anticorpo contra o coronavírus em até 30 minutos. A empresa informou que, de acordo com informação disponível no site da Anvisa, o requerimento para a comercialização do teste rápido está concluído. A companhia aguarda publicação do número de registro no Diário Oficial da União.

Situação dos testes da Fiocruz
Nesta terça-feira (17), o Ministério da Saúde admitiu a falta de testes para confirmação do coronavírus no Brasil e no mundo. Como resposta à demanda, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) entregou 5,5 mil testes e promete 40 mil extras em abril, além dos outros 30 mil já disponibilizados no início deste mês. A soma passa de 75 mil.

"A Fiocruz já se comprometeu em aumentar a produção. Hoje entregou 5,5 mil testes e ela se comprometeu já em abril a fazer uma entrega de 40 mil. E também se comprometeu ao longo dos próximos três, quatro meses, produzir mais de 1 milhão de testes", disse Júlio Croda, diretor do departamento de Vigilância em Saúde.

Os testes produzidos pela Fiocruz são do tipo PCR. O tipo já estava aprovado no Brasil e precisa de uma estrutura e um tempo maior para o resultado. Os kits liberados pela Anvisa nesta quarta-feira serão rápidos, para que as pessoas possam fazer e começar imediatamente em isolamento.

PCR
A infectologista Tânia Vergara, da Sociedade de Tecnologia do Estado do Rio de Janeiro, explica que o teste do tipo PCR, o mesmo distribuído pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e feito pelo SUS nos laboratórios de referência, é o "padrão ouro". Ela defende que seja feito sempre para confirmação da doença.

Fonte: G1

Foto: Eco Dianóstica/Divulgação

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: