Capa da Página Prefeitura de SP vai instalar 2 mil leitos para pacientes com coronavírus no Pacaembu e Anhembi - Destaques - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 9º MIN 25º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Destaques

23/03/2020 às 08:09h

Prefeitura de SP vai instalar 2 mil leitos para pacientes com coronavírus no Pacaembu e Anhembi

Facebook

A Prefeitura de São Paulo vai instalar dois mil leitos para atender pacientes com coronavírus de baixa complexidade. O anúncio foi feito pelo prefeito Bruno Covas na manhã desta sexta-feira (20), durante agenda no Hospital de Parelheiros, na Zona Sul da capital paulista.

A medida visa liberar espaço nos hospitais municipais para que tenham disponibilidade para receber pacientes com casos mais graves do Covid-19.

“Nesses espaços nós podemos fazer o acompanhamento da população que não se encontra em situação de alto risco, mas precisa de uma atenção do poder público”, disse o prefeito Bruno Covas.

"Estamos na etapa de evitar aglomerações, e nós vamos chegar numa etapa de leitos a serem ocupados na rede pública de SP, então não apenas o município vai dispor de novos leitos de UTI, mas também 2 mil leitos de baixa complexidade reformando o Pacaembu e o Anhembi", completou.

Dos dois mil leitos, 200 serão implementados no estádio do Pacaembu, que será adaptado para receber os pacientes. Os outros 1.800 leitos serão no Anhembi.

“Vamos adaptar esses dois espaços, um deles cedido pelo novo concessionário do Pacaembu, que estará pronto em duas semanas. Já as 1.800 vagas no Anhembi estarão prontas em até três semanas”, destacou o prefeito Bruno Covas agradecendo a parceria com outros órgãos.

Segundo o secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido, "os grandes hospitais de campanha são para abrigar as pessoas que ainda não estão agravadas nos nossos hospitais para poder internar as pessoas que precisam das UTIs.".

As vagas nesses locais serão reguladas e disponibilizadas para pessoas que estão sendo atendidas em UBS e em hospitais.

Segundo a Prefeitura, novas estruturas como essas também poderão ser montadas em outras regiões da cidade.

Mortes
A Secretaria Estadual de Saúde confirmou nesta sexta-feira (20) que há nove mortes causadas pelo novo coronavírus no estado de São Paulo. Com o novo balanço, o total de mortes pela doença no país vai a 11.

Segundo a secretaria, foram registradas quatro novas mortes nesta sexta. Todos os pacientes confirmados tinham problemas de saúde anteriores e foram atendidos em hospitais privados. São três homens (70, 80 e 93 anos) e uma mulher (83 anos). No último balanço, divulgado na quinta (19), a secretaria havia confirmado cinco mortes.

Até o momento, São Paulo tem 9.023 casos suspeitos e 396 casos confirmados da doença, incluindo 4 de outros estados e 4 de outros países. Em todo o Brasil, o Ministério da Saúde informou nesta sexta-feira (20) que há 819 infectados em 23 estados e no Distrito Federal.

Ao todo, país vai a 11 mortes em decorrência do coronavírus no Brasil. No Rio de Janeiro, duas mortes foram confirmadas nesta quinta-feira (19).

Segundo o Ministério da Saúde, o Brasil tem ao todo 621 casos confirmados de novo coronavírus em todo o território nacional. A maioria dos casos confirmados se concentram justamente em São Paulo (286 confirmados) e Rio de Janeiro (65 casos).

Primeira morte
O primeiro caso no Brasil de morte de pessoa infectada pelo novo vírus (Sars-Cov-2) foi confirmado nesta terça-feira (17) na capital paulista. Já no começo da tarde desta quarta-feira (18) outras duas mortes foram registradas por uma rede de hospitais particulares de São Paulo, e os registros foram confirmados pela secretaria.

A mãe desse 1º paciente morto por coronavírus no Brasil afirmou à TV Globo que também tem sintomas da doença e está muito preocupada com o marido e dois filhos idosos, que também estão internados.

"Eu não me conformo de perder meu filho em um problema tão grave. Eu só espero que as pessoas acreditem - esse problema existe e está aqui", disse a senhora de 82 anos.

Fonte: G1

Foto: Tv Globo/Reprodução

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: