Capa da Página Apresentado pelo Atlético, Hyoran crava: Vim buscar a titularidade - Esporte - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 12º MIN 35º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Esporte

ATLÉTICO MG

Apresentado pelo Atlético, Hyoran crava: 'Vim buscar a titularidade'

16/01/2020 às 09:00h

Facebook

O Atlético fechou o ciclo de apresentação de reforços para o início da temporada 2020. O último jogador a conversar com a imprensa na Cidade do Galo foi o meia-atacante Hyoran, de 26 anos, que foi emprestado pelo Palmeiras até o fim da temporada 2020.

E o meia-atacante chega ao Galo com um objetivo em mente: assumir a titularidade e deixar para trás toda a desconfiança dos últimos anos. No Palmeiras, o jogador não se firmou. Em três anos, foram apenas 23 partidas como titular.

“Vim buscar a titularidade. Se não viesse com esse objetivo, não tinha porque estar aqui, não ajudaria o Galo. A briga pela titularidade tem que ser entre todos os jogadores. A briga tem que ser sadia, dentro de campo, todos os dias nos treinamentos, e vai fazer bem para mim e para todo mundo. A opção de quem vai jogar, se vou jogar pelo meio, pelas beiradas, é do Dudamel. Estamos respeitando muito as escolhas do Dudamel. Juntos vamos fazer um bom ano pelo Atlético”, disse Hyoran.

A disputa pela vaga não será tranquila. Se atuar mais centralizado, Hyoran vai concorrer, principalmente, com Cazares, destaque do Galo nos últimos anos. A vaga ainda pode ser ocupada pelo venezuelano Rómulo Otero, pelo jovem colombiano Dylan Borrero e por Nathan, que vai assinar a renovação de contrato com o Galo por mais seis meses.

Se for escalado pelos lados do ataque, a concorrência também é grande. Dudamel conta com Marquinhos, Bruninho, Edinho, Bruno Michel e Bruno Silva. Além deles, Otero também pode fazer a função.

“Onde o Dudamel colocar estou disposto a ajudar. Já tive uma conversa com o Dudamel, ele perguntou onde eu me sentia bem em jogar. Me disse que viu alguns jogos meus jogando pelo lado. Eu disse que jogo pelos lados e por dentro. Deixei nas mãos dele a escolha”, afirmou.

Opção de compra

Na gestão de Sérgio Sette Câmara, o Atlético contratou diversos jogadores por empréstimo, mas nenhum deles foi comprado pelo clube. Desta lista, o meia Nathan é o único que resiste e segue no clube. Hyoran espera que as coisas aconteçam de forma diferente em sua trajetória.

“Para mim, vejo como uma oportunidade muito grande. Se eu for bem, tem a opção de me comprar, seria muito bom para mim, saber que fui comprado. Se for comprado, é porque correspondi. Meu objetivo é fazer bons jogos, bom ano, para deixar nas mãos do clube essa opção”, concluiu.

Fonte: Super Esportes

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: