Capa da Página Neste dia, 30 de junho - Cidadania - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 11º MIN 28º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Cidadania

29/06/2022 às 21:26h

Neste dia, 30 de junho

Facebook


Algumas datas são inesquecíveis: Páscoa, Carnaval, Dias da Mães e dos Pais. Outras tem seus célebres bem marcados: 7 de setembro, 25 de dezembro, 12 de outubro. Isto para falar de nossas datas nacionais.

Alguns dias do ano nos parecem não possuir nada de mais que os possa fazer distintos e lembrarmos de comemorar algo de importância que tenha ocorrido. O dia de hoje, 30 de junho parece ser um destes dias que não tiveram nada de mais ocorrendo. Parece uma data que “passou em branco”.

Mas ao longo do tempo, a história cuidou de distribuir nalguns dias eventos importantes que não entraram para a marca da lembrança popular, talvez por terem sido ocorrido em locais distantes da nossa realidade ou territoriedade.

Hoje é um dia movimentado. Em 763 Constantino (Imperador Bizantino) impõe severa derrota aos búlgaros numa batalha que durou da manhã até à tardinha. Com 9.600 homens somente na cavalaria e cerca de 800 embarcações, ambos combatentes voltaram para casa com poucos sobreviventes.

No ano de 1470 nasceu Carlos VIII (o Afável) na França que, aos 13 anos de idade perde o pai (Luís XI – o Prudente), e o trono fica sob regência de sua irmã mais velha. Carlos, para firmar-se no poder, quando chega aos 21 anos casa-se com a Duquesa da Bretanha, que mesmo já tendo sido casada com outro imperador (Maximiliano I do Império Romano-Germânico), este segundo casamento foi necessário para manter uma união agradável aos Espanhóis para não serem cercados pelos Habsburgos. Uma daquelas confusas uniões arranjadas para manutenção das frágeis uniões entre França, Grã-Bretanha e Espanha. Pouco tempo depois iniciavam as batalhas entre os três Estados.

Em 1520, o famoso conquistador espanhol Hernan Cortéz inicia, com a batalha de Tenochtitlán, a erradicação do império asteca com a morte de seu último rei: Cuauhtémoc. Nesta data, milhares de anos de existência daqueles povos da América Central e do sul, tem sua extinção declarada. A meu sentir, um dos maiores genocídios a história.

Em mais uma armação para manutenção de poder como nos casos anteriores, em 1934, esta data recebeu o nome de “A Noite das Facas Longas”. Tratou-se de uma armação de Adolf Hitler contra uma outra facção do Partido Nazista. Nesta noite com a ajuda da Gestapo, ao menos 85 pessoas foram mortas para garantir o poder da Chancelaria do partido, sem oposição, a Hitler que continuaria seu projeto que bem sabemos o terrível resultado.

Mas não foram somente estas infelizes ocorrências que encontramos neste dia. Fatos mais interessantes compensaram esta data: em 1966 é fundada a primeira Organização Nacional da Mulher, nos Estados Unidos. Este movimento deu força, voz e vez a vários grupos feministas pelo mundo.

Em 1990 as Alemanhas Oriental e Ocidental unem oficialmente suas economias, colocando fim àquela separação tão sofrida para aquele país. Resultado da queda do muro de Berlim (09/11/89) que a transformaria na grande potência que é hoje.

Em 1997 o Reino Unido abre mão da soberania de Hong Kong para a China. Desde a Companhia Britânica das Índias Orientais (1839/1842) o Reino Unido detinha a ocupação daquele território. Às 23h59m deste dia grandes festividades foram feitas, mas ainda hoje o território é uma “região administrativa especial” do país comunista.

Mas neste dia, em 1935, na Espanha entra em vigor uma lei onde a prostituição passa a não ser reconhecida como profissão ou meio de vida. Por incrível que pareça esta iniciativa foi de uma deputada cujo sobrenome é interessante para o fato: Clara Campoamor. O seu sobrenome foi motivo e chacotas em função do projeto de lei que foi de sua autoria. Até porque, “Campo-Amor” foi um outro nome dado ao Templo de Afrodite em Atenas no ano de 594 a.C. quando Sólon (legislador Grego) instituiu uma lei sobre o “amor comprado”, que na verdade era a oficialização da prostituição. Durante a Copa do Mundo FIFA de 2006, que perpassou por esta data, a prostituição foi organizada e regulamentada

Algumas pessoas nascidas neste dia nos deram muita alegria: A atriz Dira Paes (novela Salve Jorge – TC Globo) em 1969; o poeta Mário Quintana (1906), de quem jamais esquecerei a obra “Eu Passarinho” da coleção Para Gostar de Ler: “Todos esses que aí estão / Atravancando meu caminho / Eles passarão.../ Eu Passarinho!”; o boxeador Mike Tyson, nascido em 1966, que em 1997, dois dias antes desta data, numa luta, mordeu a orelha de Evander Holyfield; O automobilista Ralf Shumacher nasceu neste dia em 1975, depois de um problema de saúde, sua vida tornou-se um mistério; em 1985 o nadador Michael Phelps, que colecionou 37 recordes mundiais e o maior número de medalhas numa única edição das Olimpíadas; e Tony Bellotto em 1960, do grupo Titans, que possui um álbum chamado Titanomaquia que estou ouvindo escrevendo este texto.

Por Ronaldo Galvão



Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: