Capa da Página Brasileira morta em ataque na França tinha o sonho de viajar o mundo com um food truck, diz amiga - Destaques - JC Notícias Capa da Página

Icone previsão PARÁ DE MINAS - 16º MIN 29º MAX

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

Icone IconeNotícias - Destaques

31/10/2020 às 08:00h

Brasileira morta em ataque na França tinha o sonho de viajar o mundo com um food truck, diz amiga

Facebook

Ivana Gomes Amorim, amiga de Simone Barreto, a baiana que foi uma das vítimas do atentado terrorista desta quinta-feira (29) na Basílica de Notre-Dame de Nice, na França, contou que a mulher era brincalhona e tinha o sonho de rodar o mundo com um food truck.

Nascida no Lobato, no subúrbio de Salvador, Simone Barreto tinha cinco irmãos. Seus pais são falecidos. Ela morava na Europa desde 1995, quando deixou o Brasil para participar de um grupo de dança dirigido por uma das irmãs. De acordo com familiares, apenas uma irmã de Simone segue no Brasil e mora no bairro do Lobato. Os demais se mudaram para a França.

Simone tinha nacionalidade francesa, formação de cozinheira, e atualmente trabalhava também como cuidadora de idosos.

Durante o atentando, Simone foi ferida por golpes de faca e morreu em um restaurante quase em frente à catedral, onde tentou se abrigar. Um dos proprietários do restaurante l’Unik, Brahim Jelloule, falou à TV France Info que ela chegou no local completamente ensanguentada.

O irmão de Jelloule e o funcionário chegaram a entrar na igreja, mas viram o homem armado com uma faca, foram ameaçados pelo terrorista e saíram correndo. Foram eles que chamaram a polícia. Segundo Jelloule, Simone morreu uma hora e meia depois de ter sido ferida. O atentado ocorreu às 9h da França (6h da manhã em Brasília).

Fonte: G1

Foto: Reprodução/Facebook/Simone Barreto Silva

Galeria de fotos

Clique nas imagens para ampliar: